Amanda Netto Simeão é tetra no Campeonato Brasileiro de Esgrima na espada feminina - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Amanda Netto Simeão é tetra no Campeonato Brasileiro de Esgrima na espada feminina

Compartilhe


O Paraná segue dominante nas disputas de espada na esgrima brasileira. Na manhã deste domingo (10), terceiro dia de competições no Campeonato Brasileiro Adulto, no Grêmio Náutico União, em Porto Alegre (RS), foram duas medalhas de ouro. Amanda Netto Simeão subiu ao lugar mais alto do pódio na competição individual feminina, enquanto os meninos conquistaram a prova por equipes.

Amanda fez outra competição impecável no Rio Grande do Sul conquistando seu Campeonato Brasileiro. Depois de um primeiro título em 2012, ela é imbatível desde 2017, conquistando tetracampeonato em 2017, 2018, 2019 e agora em 2011, totalizando cinco campeonatos.

Após ter conquistado uma das etapas do Circuito Brasileiro, disputada em Curitiba, ela entrou mais uma vez com o favoritismo em suas costas, especialmente pela ausência da campeã mundial Nathalie Moellhausen, e não decepcionou seus fãs.

Na fase de pules, venceu três adversárias por 5 a 0: Oriete Covolan (AMK), Nicole Canali (Círculo Militar do Paraná) e Jordana Cyrillo (AMK). Também superou Bianca Cavalcanti (S.C.Magnólia), por 5 a 2; Carolina Polo (AMK), pelo mesmo placar; e, Marina Tello (Barroca T.C.), por 5 a 3. Passou com a melhor campanha entre as participantes.




Classificada diretamente para o quadro de 16, eliminou Lorana Schwantes (AMK), com 15 a 6 no placar. Na etapa seguinte, vitória sobre Marina Tello: 15 a 9, que  assim como na fase de grupos foi quem ofereceu mais dificuldade nas eliminatórias com seus 38 anos. A semifinal contra Bianca Dantas (Barroca T.C.) foi vencida por 15 a 6. Na decisão, derrotou Tabea Alves, outra atleta da AMK, pelo mesmo placar. O outro bronze ficou com Marcela Silva, do Pinheiros.

“Queria muito ganhar o Brasileiro, tenho vencido desde 2017. Fiquei um mês e meio treinando na Itália, aprendi muitas coisas e queria colocar em prática esse treinamento. Em momento algum me senti insegura, estava sempre no controle, busquei seguir à risca o que eu estava treinando”, disse Amanda, que fez questão de ressaltar a importância do técnico Athos Schwantes e do Curitibano, clube que passou a defender nesta temporada:

Sempre admirei muito o Athos, comecei a jogar esgrima depois de vê-lo na TV. Pela primeira vez podemos trabalhar juntos, gosto demais do estilo dele. Na última competição, estava nervosa e ele tem as palavras certas. É muito gostoso ver que sempre tem pessoas do Curitibano me apoiando.


Espada paranaense e sabre paulista dominam por equipes



No torneio de equipes, os paranaenses dominaram a cena, liderados por Alexandre Camargo, que foi campeão individual neste sábado (9). O time campeão contou também com Leopoldo Gubert, Gabriel Assis e Fabrizio Lazaroto. A decisão foi contra a equipe paulista, formada por Richard Grunhauser, Gabriel Julio, Nicolas Ferreira e Leandro Seini.

Camargo foi o primeiro a abrir vantagem na decisão, vencendo Grunhauser, por 4 a 3. Daí em diante, a cada confronto, o Paraná abriu um pouquinho mais no placar, até chegar ao último duelo com dez pontos de vantagem, mantida na igualdade entre Camargo e Nicolas Ferreira em 5 a 5, com 45 a 35 na contagem final.

“É um trabalho de equipe na Academia do mestre Kato, jogamos há muito tempo juntos, sabemos como cada um joga”, disse Leopoldo Gubert. Uma outra equipe de Paraná ainda levou bronze, composta por Athos Schwantes, Vinicius Tarta e Pedro Ramos.



Assim como aconteceu na véspera, quando São Paulo venceu o torneio masculino de sabre por equipes, as meninas também mandaram na disputa e conquistaram a medalha de ouro. O time paulista, formado por Karina Trois, Luiza Lee, Pietra Chierighini e Stephanie Grosche, derrotou as gaúchas Bárbara Zanesco, Milena Chies, Ana Clara Morsch e Eduarda Nehrke, por 45 a 25. Carla Scalabrin, Mariana Hauschild e Carolina Anzolin levaram o bronze para São Paulo.

Fotos: Rosele Sanchotene / Confederação Brasileira de Esgrima (CBE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário