WCF analisa mudanças nas regras do curling - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

WCF analisa mudanças nas regras do curling

Compartilhe

Na assembleia geral anual da Federação Mundial de Curling (WCF), realizada neste mês, a entidade anunciou que está avaliando três mudanças na modalidade.

A primeira mudança seria no "thinking time" por game.  Thinking time é o tempo concedido a cada equipe para completar o game. Ao invés de 38 minutos por game, seriam 4 minutos nos primeiros 5 ends e 4 minutos e 15 segundos nos últimos cinco ends.  

Outra alteração na regra seria o final dos extra ends na fase de classificação. Caso um jogo termine empatado, o vencedor será definido com um simples arremesso da pedra para o centro do alvo. O mais próximo, vence o jogo.

A terceira mudança seria o fim da "tick rule". Essa regra diz que uma pedra que toca a linha central no zona de guarda livre, ela não pode ser retirada do local até após a quinta pedra do end ser jogada.

A ideia, além de tentar atrair uma audiência mais jovem, é ter mais facilidade em encaixar as partidas na programação da TV, e consequentemente vender os direitos de transmissão.

Os jogadores não ficaram muito felizes em não terem sido consultados sobre as propostas. Campeão olímpico em 2006 com o Canadá, Brad Gushue disse ao programa "That Curling Show", da emissora canadense CBC, que não se importa com o fim da "tick rule" mas os 4 minutos por end no "thinking time" e o fim do end extra na fase de classiifcação não o agradaram.

Essas novas regras podem ser implementadas já nos Mundiais da modalidade, em 2022, mas segundo o vice-presidente da WCF para as Américas, Graham Prouse, elas ainda estão na fase de consulta.

Foto: WCF/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário