Tony Martin anuncia aposentadoria após o Mundial de ciclismo de estrada - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Tony Martin anuncia aposentadoria após o Mundial de ciclismo de estrada

Compartilhe


O ciclista alemão Tony Martin, de 36 anos, irá se aposentar das competições profissionais conforme anúncio feito pelo sua equipe Jumbo Visma nas redes sociais.

Um dos maiores ciclistas contra relógio do mundo terá sua “última dança” na prova de revezamento no Mundial de Ciclismo junto aos seus companheiros de equipe Niklas Arndt, Max Walscheid, Lisa Klein, Lisa Brennauer e Mieke Kroeger.

No comunicado divulgado, Martin disse que: “uma decisão de tão longo alcance não é fácil tomar. O ciclismo é uma grande parte da minha vida desde muito tempo, com altos e baixos, grandes sucessos e derrotas, quedas e retornos. Aquilo que muitos jovens ciclista sonham, eu alcancei. Nos últimos meses, tenho pensado mais no que virá depois do ciclismo”.

Martin conta que as quedas que teve este ano, principalmente no Tour de France, o fizeram questionar se estava preparados para enfrentar os riscos da modalidade.

“Decidi que não queria, sobretudo porque a segurança nas provas não melhorou, apesar dos muitos debate. Espero que o mundo do ciclismo ouça os planos pela minha e pelas outras equipes”, completou.

O ciclista competiu profissionalmente por 14 temporadas na elite mundial e tem no currículo quatro títulos mundiais no contrarrelógio, uma prata olímpica em Londres 2012 e cinco vitórias em etapas do Tour de France.


Surte+: Ellen van Dijk conquista o título do contrarrelógio no Mundial de Ciclismo de Estrada

Foto: Divulgação


Nenhum comentário:

Postar um comentário