Patrick Cantlay consegue vitória dramática sobre Jon Rahm e conquista a FedEx Cup - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Patrick Cantlay consegue vitória dramática sobre Jon Rahm e conquista a FedEx Cup

Compartilhe
Cantlay sorri e ergue o troféu da FedEx Cup

A FedEx Cup tem um novo campeão. O golfista estadunidense Patrick Cantlay, de 29 anos, conquistou neste domingo (5), o título do TOUR Championship, fechando assim os três torneios que compõem a FedEx Cup, grande evento que fecha a temporada 2020-2021 de golfe do PGA Tour.

Numa batalha particular contra o atual número 1 do mundo, o espanhol Jon Rahm, Cantlay teve apenas uma tacada de vantagem para garantir o título. Vale lembrar que, enquanto Cantlay entrou no TOUR Championship com um bônus de -10 (cedido após o BMW Championship), Rahm teve apenas -6. Então a diferença que o espanhol precisava tirar ao longo das quatro rodadas do torneio era de quatro jogadas. Porém, ele só conseguiu cortar três tacadas.


Cantlay esteve na liderança em praticamente todo o evento. Foram 269 tacadas (67, 66, 67 e 69), ficando apenas uma abaixo do par na última volta, com quatro birdies e três bogeys, concluindo o evento com -21.

Mesmo pressionando e tendo uma última rodada melhor, com dois birdies, Rahm não conseguiu alcançar o adversário na classificação final, ficando com 266 tacadas (65, 65, 68 e 68), 20 abaixo do par.

O top-5 do torneio foi completo com outros três golfistas estadunidenses e um norueguês. Kevin Na (-16) fechou uma boa temporada, ficando com o terceiro lugar no torneio, após chegar o TOUR Championship com um bônus de apenas -2. Em seguida surgiram Justin Thomas (-15), em quarto, e Xander Schauffele, empatado com Viktor Hovland (NOR), em quinto lugar, ambos com -14.

Mais sobre Patrick Cantlay

Esse foi o maior título na carreira de Patrick Cantlay. O golfista estadunidense soma agora seis títulos no PGA Tour, sendo dois na disputa da FedEx Cup dessa temporada (BMW Championship e TOUR Championship). Em 2021, ele ainda conquistou o troféu do tradicional Memorial Tournament.

Cantlay ganhou os holofotes após a vitória em seis buracos extras diante Bryson DeChambeau no BMW Championship. A torcida presente nos campos passou a chamá-lo de “Patty Ice”, ressaltando seu poder de decisão diante o grande adversário.


“Você sabe, por mais que seja bom dormir com a liderança (da FedEx Cup) por duas semanas consecutivas, é muito bom não ter mais necessariamente essa liderança, e ter fechado a temporada”, disse Cantlay em entrevista ao PGATour.com. “Foi um longo ano, com muito golfe e muita pressão. Mas estou muito grato e feliz por estar aqui, estou muito orgulhoso de mim mesmo por chegar neste momento e entregar quando era importante”.

Mas o treinador de Cantlay, Jamie Mulligan, revelou o real apelido de seu pupilo, que tem muita ligação com sua personalidade dentro e fora dos campos. “Sheldon, da série 'Big Bang Theory'”, disse o técnico. “Ele tem 29 anos, mas alma de quem tem 84”, brincou.

“Ele provavelmente nunca ouviu uma música completa que foi escrita depois de 1979”, disse Mulligan. “Ele está ouvindo Led Zeppelin, Jackson Browne, Cream”.

A primeira conquista profissional de Cantlay foi no antigo Web.com, atual Korn Ferry Tour, o circuito de acesso ao PGA Tour. Em 2013, o golfista estadunidense venceu o Colômbia Championship, disputado em Bogotá. Quatro anos depois, veio o primeiro troféu no principal circuito do mundo na modalidade, ao ganhar o Shriners Hospitals for Children Open em um playoff contra o alemão Alex Čejka e o sul-coreano Kim Meen-whee.

Foto: Reprodução/Twitter PGA Tour

Nenhum comentário:

Postar um comentário