Brasil vence Chile por 3 a 0 e depende apenas de si para conquistar o Sul-Americano de vôlei - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil vence Chile por 3 a 0 e depende apenas de si para conquistar o Sul-Americano de vôlei

Compartilhe


O Brasil venceu o Chile por 3 sets a 0 (25/22, 25/18 e 25/19) nesta sexta (3) pela terceira rodada do Sul-Americano masculino de vôlei no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília. A seleção jogou bem e mesmo encontrando algumas dificuldades, não levou sustos, emendando a terceira vitória seguida na competição.


A vitória põe a seleção na liderança com nove pontos, seguido da Argentina com seis pontos e um jogo a menos. Caso a seleção portenha vença o Chile na manhã de sábado, o jogo de domingo (10h, com transmissão da Globo e do SporTV 2) funcionará como a final do campeonato e tanto argentinos quanto brasileiros se garantem no Mundial de 2022 na Rússia.


O Jogo

O Brasil foi superior durante todo o primeiro set, apesar de sofrer um pouco com o bloqueio triplo chileno. A seleção perdeu três set points, mas conseguiu fechar com Lucarelli explorando o mesmo bloqueio que dificultou tanto a vida do time durante a parcial. 



A seleção teve um início de segundo set repleto de erros e viu o Chile abrir 5-1 no placar, obrigando Renan a pedir tempo. Com ajuda de Bruninho e Lucarelli, o Brasil encostou a parcial em 7-6 e explorando o bloqueio, Vacari empatou o jogo. Gigante, Lucarelli no bloqueio virou o jogo, deixando o set em 12-11. 


Com ace de Bruninho e bloqueio de Allan, o Brasil abriu três de vantagem, forçando um pedido de tempo por parte da seleção chilena. A parada não freou a seleção, que continuou bem no ataque e abriu seis pontos de diferença. O último ponto veio em ataque de Vacari, que parou no bloqueio mas foi pra fora. 


Se o segundo set começou melhor para o Chile, o terceiro começou equilibrado com disputa ponto a ponto. Mas não demorou muito e a seleção brasileira tomou a vantagem pra si, colocando 7-4 no placar com bloqueio de Isaac. Aproveitando bola vinda de graça da quadra chilena, Vacari deixou o placar em 10-5. 


Essa foi a parcial mais tranquila do Brasil, o bloqueio funcionou bem, emplacou dois pontos e deixou a seleção com sete pontos de frente. Já no meio do set, Renan resolveu colocar João Rafael no jogo e ele entrou bem, indo bem no ataque e ajudando a seleção a manter a diferença. Flávio decretou a vitória botando a bola no chão com uma jogada de meio. Ao final da partida, Bruninho foi eleito o melhor da partida. 


Foto em destaque: William Lucas/ CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário