Vanderson Chaves conquista vaga nas oitavas em combate dramático no florete e Jovane Guissone se despede de Tóquio - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Vanderson Chaves conquista vaga nas oitavas em combate dramático no florete e Jovane Guissone se despede de Tóquio

Compartilhe



A esgrima em cadeira de rodas brasileira disputa seu último dia nos Jogos Paralímpicos de Tóquio nesta sexta-feira (27). Encerrando as atividades no naipe masculino, Vanderson Luis Chaves conseguiu se classificar para as oitavas de final do florete categoria B ao terminar em 10º lugar, posição limite, conquistada no último jogo. Vanderson retorna à pista do Makuhari Messe Hall para a disputa das oitavas às 1h diante do ucraniano Oleg Naumenko.

A vaga do gaúcho de 28 anos veio justamente diante do ucraniano, em um confronto com marcas boas e ruins. Ele levou uma virada de 3 a 0 para 5 a 3 no último confronto, mas o início de jogo foi fundamental, já que ele precisava de exatamente 3 toques para avançar de fase.

Jovane Guissone fez bons jogos, mas levou várias viradas e terminou apenas em 13º lugar. Ele já havia sido medalhista medalhista de prata na espada masculina na manhã desta quinta-feira (26), Na esgrima paralímpica, cada atleta tem que participar de ao menos duas armas. Enquanto essa era a segunda arma de Jovane, Vanderson teve melhor desempenho no florete do que no sabre, onde foi 12º.

Carminha Oliveira e Monica Santos disputam o florete feminino ainda na noite desta sexta-feira a partir das 23h. Monica participa da categoria A, enquanto Carminha disputa a categoria B.

Veja como foi a campanha dos dois na noite:

Vanderson Chaves leva virada no último jogo, mas se garante

Vanderson Luis Chaves venceu seu primeiro confronto nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, marcando 5-3 diante do japonês Onda Ryuji. Apesar de confrontos acirrados, foram outras cinco derrotas, que por pouco não marcaram sua eliminação ainda na fase de grupos.

Contra o chinês Feng Yanke estava liderando por 2 a 1, mas levou virada para 4 a 2. Chegou a empatar por 4 a 4 e estar a um toque da vitória, mas foi superado por 5 a 4.

Para o russo Alexander Kuzykov caiu por 5 a 3, enquanto chegou a ter 2 a 1 diante do francês Maxime Valet e perdeu por 5 a 2.

Para o britânico Dimitri Coutya, bronze na Espada, foi 5 a 0. E encerrando a participação, ele enfrentou o ucraniano Oleg Naumenko. Chegou a estar vencendo por 3 a 0, mas levou uma virada impressionante e perdeu por 5 a 3.

Porém, o placar foi suficiente para Vanderson passar de fase, já que ele terminou com 1 vitória e 5 derrotas empatado com outros quatro atletas. Porém, ele obteve o melhor saldo de toques (-11), um a frente do polonês Adrian Castro, dois a frente do japonês Fujita Michinobu (-13) e três a frente do compatriota Jovane Guissone (-14).

Jovane Guissone leva viradas e fica em 12º

 Jovane Guissone jogou bem na noite desta sexta-feira (27), mas quedas de rendimento no fim dos jogos o fizeram encerrar sua participação com apenas uma vitória em seis jogos.

O atleta de 38 anos venceu o polonês Adrian Castro por 5 a 4. Contra o japonês Fujita Michinobu chegou a estar vencendo por 3 a 0, mas permitiu cinco toques seguidos e perdeu por 5 a 3.

Jovane sofreu outra virada contra o italiano Marco Cima. Estava vencendo por 2 a 1, mas terminou derrotado por 5 a 3. Situação parecida viveu contra o chinês Hu Daoliang: abriu o placar e teve 2 a 2, mas caiu de rendimento e perdeu por 5 a 2.

Contra o ucraniano Anton Datsko e o russo Albert Kamalov, o atleta que vive no Rio Grande do Sul chegou a ter 1 a 1, mas terminou os jogos com derrotas por 5 a 1.



Foto: Fabio Chey/CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário