Pedro Pichardo vence o salto triplo em Tóquio em prova com primeira medalha olímpica de Burkina Faso - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Pedro Pichardo vence o salto triplo em Tóquio em prova com primeira medalha olímpica de Burkina Faso

Compartilhe

Portugal conquistou sua primeira medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio no atletismo. Pedro Pichardo venceu o salto triplo com 17.94m, novo recorde português. Prata para Zhu Yaming da China e bronze para Hugues Fabrice Zango de Burkina Faso, a primeira medalha olímpica da história do país africano.


Pichardo assumiu a liderança já no seu primeiro salto, com 17.61m. O português repetiu a marca na segunda tentative. Na terceira rodada, Pedro Pichardo melhorou conseguindo 17.98m, quebrando o recorde nacional. O triplista não conseguiu outra marca nas rodadas seguinte mas garantiu a medalha de ouro.

A prata ficou com o chinês Zhu Yaming. O atleta conseguiu sua melhor marca pessoal na segunda rodada, saltando para 17.41m. Zhu melhorou na quinta rodada, terminando a prova com 17.57m.

Havia uma expectativa antes da prova para uma medalha de Hugues Fabrice Zango de Burkina Faso. O triplista foi medalhista de bronze no Mundial de 2019 e, caso repetisse o desempenho, conquistaria a primeira medalha olímpica do país. Na qualificação, Zango não foi bem, entrando para a final com a última vaga. 

Zango na final do salto triplo - Foto: Clodagh Kilcoyne
Na primeira parte da prova, o triplista não conseguiu uma boa marca, precisando de um bom salto na terceira rodada, para continuar na prova. E a marca veio e logo com 17.47m que o colocaram na briga pelo pódio. Na penúltima rodada, Zango foi ultrapassado por Zhu, mas conseguiu se manter em terceiro lugar e conquistou o bronze.

Foto de capa: Dylan Martinze/Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário