Laís Nunes perde para búlgara na estreia e aguarda para ir à repescagem no wrestling - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Laís Nunes perde para búlgara na estreia e aguarda para ir à repescagem no wrestling

Compartilhe



Última representante do Brasil no wrestling na Olimpíada de Tóquio, Laís Nunes foi derrotada nesta terça-feira (03) pela búlgara Taybe Mustafa Yusein, por 4 a 1, na estreia da categoria até 62kg do estilo livre feminino. Apesar disso, a brasileira ainda não foi eliminada e tem chances de ir à repescagem caso a rival búlgara chegue na final. 


Laís encarou uma pedreira logo na primeira rodada da competição: Yusein era a cabeça de chave número 2 do torneio. A búlgara era favorita e se fez valer no início, conseguindo dois rolamentos na primeira metade da luta, para abrir 4 a 0. A brasileira impôs resistência na segunda metade e até marcou um ponto nos minutos finais, mas que foi insuficiente para uma reação.


Yusein já conseguiu uma vitória depois que passou pela brasileira, sobre a mongol Bolortuya Khurelkhuu, por superioridade técnica. A búlgara está nas semifinais e enfrentará a japonesa Kawai Yukako por um lugar na final. O combate acontecerá ainda nesta terça, por volta das 07h, no horário de Brasília. Caso Yusein chegue na decisão, Laís irá à repescagem, podendo lutar pelo bronze.


Há três estilos no wrestling: greco-romana, livre e livre feminina. Apenas os homens cometem na greco-romana. Cada estilo é composto por seis categorias e, em cada uma delas, há 16 atletas. As disputas são iniciadas nas oitavas de final e, caso um atleta seja eliminado nas oitavas ou nas quartas, ele poderá ir à repescagem brigar pelo bronze desde que quem o derrotou chegue na final. 


A semifinal de Yusein não será nada fácil, já que Kawai luta em casa, é a terceira cabeça de chave do torneio e uma das favoritas ao ouro. Mas, caso Laís volte à repescagem, ela vai enfrentar a mongol Khurelkhuu. Em caso de vitória, a brasileira estará na disputa de bronze, enfrentando justamente a japonesa.


Foto de capa: Leah Mills/REUTERS

Nenhum comentário:

Postar um comentário