Guia Final LBF 2021 - Ituano x Blumenau - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Guia Final LBF 2021 - Ituano x Blumenau

Compartilhe

A Liga de Basquete Feminino (LBF) de 2021 terá uma equipe campeã inédita. Ituano Basquete e Blumenau superaram as expectativas e vão fazer a grande decisão do torneio. São duas equipes com trajetórias diferentes no campeonato: enquanto o Ituano liderou a temporada regular e passou tranquilamente pelos adversários nos playoffs, o Blumenau fez a segunda pior campanha na primeira fase, e conseguiu grandes partidas no mata-mata, eliminando equipes favoritas. Agora, vamos saber qual equipe conquistará seu primeiro título nacional:


Jogos

Jogo 1, Ituano x Blumenau - 15/8 às 14h, em Itu-SP 

Jogo 2, Ituano x Blumenau - 17/8 às 19h30, em Itu-SP

Jogo 3, Blumenau x Ituano - 22/8 às 14h, em Blumenau-SC

Jogo 4, Blumenau x Ituano - 24/8 às 18h, em Blumenau-SC (se necessário) 

Jogo 5, Ituano x Blumenau - 29/8 às 14h, Itu-SP (se necessário)


Confrontos anteriores na LBF 2021

15 de abril - Blumenau 63 x 72 Ituano

2 de julho - Ituano 63 x 78 Blumenau 


Ituano

Foto:Juca Ferreira


Campanha na primeira fase - 1º lugar, 10 vitórias e 4 derrotas

Playoffs - 

Quartas de final,  2x0 Catanduva

Semifinal, 2x0 Vera Cruz Campinas

Time-base - Alana, Patty, Palmira, Mari Dias e Érika

Maior pontuadora - Patty, 16.2 pontos por jogo


O Ituano surge como o grande favorito ao título. Time de melhor campanha na primeira fase, a equipe também passou com tranquilidade por Catanduva e Vera Cruz Campinas, o que dá a vantagem do mando de quadra em um possível jogo 5. 


O destaque da equipe é a grande força coletiva no ataque (melhor da LBF). Com quatro jogadoras com  pontuação média de dois dígitos, o bom técnico Bruno Guidorizzi comanda uma equipe com uma ótima variação ofensiva, baseada em suas grandes arremessadoras Patty - cestinha do Ituano - e Palmira - melhor arremessadora de três com campeonato -, e com a pivô Érika fazendo valer sua força no garrafão nos dois lados da quadra - líder em rebotes com 11,6 por jogo e tocos, 1,36 por partida. A "maestrina" Alana Gonçalo, com 5,3 assistências por partida, comanda o ataque com sua ótima visão de jogo.


Blumenau

Foto: Ronald Felipe


Campanha - 7º lugar, 6 vitórias e 8 derrotas

Playoffs

Quartas de final - 2x0 Sesi/Araraquara

Semifinal - 2x0 Sampaio Correa

Time base - Cacá, Luana, Leila, Kaw e Vitória Marcelino

Maior pontuadora - Vitória Marcelino, 13.5 pontos por jogo


A equipe catarinense superou todas as expectativas. Após uma primeira fase difícil, ficando 37 dias sem jogar, sofrendo derrotas por W.O. por conta da Covid-19, e terminando na penúltima posição, o Blumenau cresceu nos playoffs, superou os favoritos como Sesi/Araraquara e Sampaio Correa e já superou a melhor campanha da história, após o quarto lugar na temporada 2018.


E o trabalho de João Camargo - auxiliar da seleção brasileira de basquete - merece ser exaltado, já que com o elenco sem grandes estrelas, Blumenau mostrou grande força defensiva  (segunda equipe em roubada de bola na LBF) principalmente nesses playoffs e com o roteiro da superação, quer manter o "conto de fadas" e destronar mais uma equipe favorita. Nomes como Cacá e Vitória Marcelino tem tido grandes atuações nos playoffs e podem desequilibrar na decisão.


Previsão

Sem dúvidas, o Ituano é o favorito ao título. A equipe além de ter a melhor campanha da primeira fase e nos playoffs, passou sem dificuldades pelas adversárias. Com jogadoras de seleção como Alana, Patty, Mari Dias e Érika, além de Palmira, que também já vestiu a amarelinha, e o melhor ataque da competição, não pode ser retirado o peso do favoritismo da equipe paulista. Sua boa movimentação ofensiva, com Alana comandando o ataque e uma pivô experiente e de altíssimo nível como Érika fortíssima dos dois lados da quadra, o Ituano tem força para fechar rapidamente a série.


Foto: Juca Ferreira

Mas o Blumenau não pode ser descartado de maneira alguma, pois a equipe que, na teoria, não passaria contra Sesi Araraquara e Sampaio Correa conseguiu grande atuações defensivas, superando elencos mais estrelados, o mesmo caso do Ituano, para chegar a final. As já citadas Cacá e Vitória Marcelino tem jogado muito e podem desequilibrar mais uma vez. A moral da equipe está em alta e isso pode ser um diferencial nessa decisão, afinal, se as catarinenses derrubaram duas equipes consideradas favoritas, por que não derrubar mais uma?


Nos confrontos na LBF, um detalhe interessantes é que nenhuma das equipes conseguiu fazer valer o fator casa, com o Ituano vencendo em Santa Catarina com show de Patty com 7 de bolas de 3 convertidas, e Blumenau vencendo em São Paulo, com grande atuação de Luana com 21 pontos. Enfim, dito tudo isso, reforçamos que na teoria Ituano é o favorito, mas a prática parece ser bem diferente com Blumenau muito cotado a dificultar muito as coisas para as paulistas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário