Com Medina e Ítalo, Brasil garante seis surfistas nas oitavas da etapa de Barra de La Cruz da WSL - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Com Medina e Ítalo, Brasil garante seis surfistas nas oitavas da etapa de Barra de La Cruz da WSL

Compartilhe

*Com Wesley Felix

O Brasil garantiu seis atletas nas oitavas de final da etapa de Barra de La Cruz, no México, do Circuito Mundial de Surfe (WSL). Gabriel Medina, Ítalo Ferreira, Yago Dora, Deivid Silva, Mateus Herdy e Jadson André venceram suas baterias da fase de 32 nesta quarta-feira (11) e avançaram na competição. Por outro lado, cinco brasileiros foram eliminados, incluindo Filipe Toledo.


Líder do ranking, Medina apareceu logo na primeira bateria da eliminatória, em uma série recheada de emoção. Ele venceu o francês Michel Bourez, de virada, na última onda com um backflip, pontuado em 7.50. Bourez liderava com 13.10 pontos, impulsionado por um tubo que lhe rendeu a nota 8.00, eo brasileiro tinha um 7.00 até o minuto final da série, quando achou uma boa onda e tirou a manobra da manga.



Já Ítalo superou o australiano Wade Carmichael por 14.00 a 13.30, numa bateria que também contou com fortes emoções. O brasileiro se manteve a frente desde os primeiros momentos, conseguindo séries de 6.00, 6.67 e 6.63 (13.30 na soma dessas duas últimas), mas o adversário conseguiu passar a frente com um 7.33 e um 5.97. O campeão olímpico emplacou um 7.33 nos minutos finais e conseguiu pontuação suficiente para avançar.


Yago Dora venceu outro australiano australiano, Mikey Wright, numa decisão ainda mais apertada. O brasileiro conseguiu 12.80 - com direito a um 6.87 a três minutos do fim -, contra 12.10 do adversário, que teve apenas duas ondas surfadas em toda a bateria. 


O mesmo aconteceu com Mateus Herdy, que venceu o estadunidense Griffin Colapinto, por 14.50 a 13.70. Já Jadson André bateu o havaiano Seth Moniz por 13.33 a 11.17. Deivid Silva venceu o confronto brasileiro contra Adriano de Souza, o Mineirinho, por 13.73 a 12.63. Deivid somou 7.43 e 6.40, enquanto o campeão mundial de 2015 fez 6.50 e 6.13.


Filipinho foi eliminado por Rio Waida, da Indonésia, perdendo a bateria por 11.33 a 10.23. O brasileiro tinha um 2.23 e nos dez minutos finais da bateria encaixou uma excelente onda, recebendo 8.00, mas não conseguiu trocar sua segunda nota. O indonésio tinha 5.83 e precisava apenas de 4.41 pra virar. A onda que ele queria veio a seis segundos do fim e conseguiu um 5.50, avançando às oitavas.


Rio Waida, que eliminou Filipinho, esteve presente na Olimpíada de Tóquio representando a Indonésia

Além de Filipinho, Peterson Crisanto, Miguel Pupo e Caio Ibelli foram derrotados. Petersinho perdeu para o português Frederico Morais por 13.74 (7.17 + 6.57) a 12.44 (6.17 + 6.27); sem encontrar boas séries, Caio foi superado pelo australiano Jack Robinson por 12.24 (6.07 + 6.17) a 10.80 (5.90 + 4.90); e Pupo perdeu para Kelly Slater, em 14.60 (7.00 + 7.60) a 12.50 (5.07 + 7.43).


Além da lenda Kelly Slater com o maior somatório, a fase de 32 teve como destaques a eliminação do japonês Igarashi Kanoa, medalha de prata em Tóquio-2020, que perdeu para o norte-americano Kolohe Andino por 14.07 (7.40 + 6.67) a 13.43 (6.83 + 6.60). O peruano Lucca Mesinas, convidado da etapa, perdeu para o australiano Morgan Cibilic, sensação da temporada.


A etapa de Barra de La Cruz do circuito segue nesta quinta-feira (12), com chamada marcada para 09h15, no horário de Brasília. Caso hajam condições favoráveis, serão realizadas as oitavas de final da chave feminina, com a presença de Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima, que estiveram em Tóquio, e também da chave masculina.


RESULTADOS FASE DE 32

Gabriel Medina (BRA) 14.50 x 13.70 Michel Bourez (FRA)

Ethan Ewing (AUS) 18.07 x 9.33 Matthew McGillivray (RSA)

Kolohe Andino (USA) 14.07 x 13.43 Igarashi Kanoa (JPN)

Deivid Silva (BRA) 13.73 x 12.63 Adriano de Souza (BRA)

Morgan Cibilic (AUS) 15.04 x 9.67 Lucca Mesinas (PER)

Leonardo Fioravanti (ITA) 13.37 x 9.87 Owen Wright (AUS)

Conner Coffin (USA) 11.33 x 8.33 Adrian Buchan (AUS)

Jeremy Flores (FRA) 13.73 x 13.17 Ryan Callinan (AUS)

Rio Waida (INA) 11.33 x 10.23 Filipe Toledo (BRA)

Jack Robinson (AUS) 12.24 x 10.80 Caio Ibelli (BRA)

Frederico Morais (POR) 13.74 x 12.44 Peterson Crisanto (BRA)

Yago Dora (BRA) 12.80 x 12.10 Mikey Wright (AUS)

Ítalo Ferreira (BRA) 14.00 x 13.30 Wade Carmichael (AUS)

Kelly Slater (USA) 14.60 x 12.50 Miguel Pupo (BRA)

Jadson André (BRA) 13.33 x 11.17 Seth Moniz (HAW)

Mateus Herdy (BRA) 14.50 x 13.70 Griffin Colapinto (USA)


Fotos: Thiago Diz/ WSL

Nenhum comentário:

Postar um comentário