Brasil inicia Paralimpíadas com três derrotas e uma vitória no tênis de mesa - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil inicia Paralimpíadas com três derrotas e uma vitória no tênis de mesa

Compartilhe
Com a bolinha no alto, Jennyfer Parinos se concentra para sacar no Ginásio Metropolitano de Tóquio

O tênis de mesa brasileiro fez sua estreia nas Paralimpíadas de Tóquio na noite desta terça-feira (24), com quatro atletas em ação. O saldo, porém, não foi positivo: três derrotas e apenas uma vitória, por W.O. Danielle Rauen e Jennyfer Parinos (pela classe 9) e Marliane Amaral (classe 3) perderam, enquanto David de Freitas (classe 3) foi o vitorioso.

David de Freitas precisou apenas ir à mesa para conseguir sua primeira vitória nos Jogos de Tóquio. Seu adversário, o sueco Alexander Oehgren não compareceu ao Ginásio Metropolitano de Tóquio (motivo não divulgado), e ele venceu por W.O. Ele faz parte do grupo E e está praticamente assegurado na próxima fase, voltando a jogar nesta quinta-feira, às 08h, contra o tailandês Yuttajak Glibancheun.

Também pela classe 3, mas entre as mulheres, Marliane Amaral Santos não se encontrou e perdeu para a sul-coreana Yoon Jiyu por 3 sets a 0 (11-2, 11-6 e 11-1), em apenas 14 minutos de disputa. Ela precisará vencer a eslovaca Alena Kanova na quinta, em sua despedida na fase de grupos, se quiser avançar ao mata-mata.

Danielle Rauen e Jennyer Parinos foram as primeiras brasileiras a entrar em ação, de forma simultânea. Rauen perdeu de virada para a húngara Alexa Szvitacs por 3 sets a 1 (11-9, 6-11, 8-11 e 6-11). Destaque para a primeira parcial, em que perdia por 8-2 e virou para 11-9. Já Parinos não foi bem contra a australiana Lei Li Na e saiu derrotada em sets diretos, com parciais de 11-4, 11-8 e 11-4.

Tanto Rauen quanto Parinos fazem parte da classe 9. Os dois jogos foram suas estreias na fase de grupos. Elas voltam a jogar já na manhã desta quarta-feira (25), por volta das 08h, no horário de Brasília. Dani terá a turca Neslihan Kavas pela frente, enquanto Jenny enfrentará a sul-coreana Kim Kun-Hea. As duas primeiras de cada grupo avançam às semifinais.

Luis Filipe Manara (classe 8), Lethicia Lacerda (classe 8) e Catia Oliveira (classes 1-2) jogam ao longo desta noite. Já Carlos Carbinatti (classe 10), Millena Santos (classe 7), Israel Stroh (classe 7), Welder Knaf (classe 3), Joyce de Oliveira (classe 4) e as próprias Danielle Rauen e Jennyfer Parinos jogam já pela manhã.

Foto de capa: Alê Cabral/CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário