Brasil estreia com vitória tranquila sobre a China no futebol de 5 em Tóquio 2020 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil estreia com vitória tranquila sobre a China no futebol de 5 em Tóquio 2020

Compartilhe
Nonato pula ao marcar o primeiro gol do futebol de 5


O Brasil estreou com vitória tranquila no torneio de futebol de 5 (para cegos) das Paralimpíadas de Tóquio. A equipe, que é atual tetracampeã paralímpica, derrotou a China, pelo placar de 3 a 0, em jogo disputado neste domingo (29). Nonato foi o destaque do duelo, marcando dois gols. Cássio anotou o outro tento brasileiro.

Por ser estreia, o jogo foi nervoso durante os primeiros minutos da etapa inicial. O Brasil conseguiu seu primeiro gol somente nos instantes finais do primeiro tempo, com uma pancada de Nonato de falta. A equipe verde-amarela conseguiu ampliar com um gol de pênalti de Cássio, num momento em que a China estava melhor, logo no início do segundo tempo.

Após o 2 a 0, o Brasil praticamente não sofreu sustos e administrou a vantagem. A seleção também foi beneficiada pela falta de jogadores no banco de reservas da equipe adversária. A China levou apenas dois atletas de linha para ficar na reserva e um deles foi excluído ainda no primeiro tempo. Assim, Nonato conseguiu ampliar já no final da partida e fechou o placar em 3 a 0.

Ricardinho dribla chineses

Com a vitória, o Brasil aparece na segunda colocação do grupo A. Pelo outro jogo da chave, o Japão goleou a França por 4 a 0 e assumiu a liderança da chave. O próximo confronto do Brasil é justamente contra a equipe anfitriã, neste domingo (29), às 23h30, no horário de Brasília. 

O torneio paralímpico de futebol de 5 é composto por dois grupos de quatro e os dois melhores de cada avançam às semifinais. O grupo B tem Argentina, Espanha, Marrocos e Tailândia.

O jogo

As duas equipes se anularam no início e poucas vezes chegaram ao ataque. O Brasil se soltou a partir dos primeiros cinco minutos e a China começou uma sequência de faltas e já havia cometido quatro com dez minutos de duelo.

O  primeiro lance de chance real só surgiu a sete minutos do fim da primeira etapa. Numa jogada individual de Cassio, ele driblou todos os jogadores da equipe chinesa desde o campo de defesa e chegou contestado na área, finalizando em cima do goleiro Wang Zhen.

Nonato e Ricardinho saíram do duelo e retornaram ao jogo a cinco minutos do fim da primeira etapa e, logo na primeira participação do melhor do mundo (Ricardinho), conseguiu uma linda jogada individual que culminou numa falta a um passo da área. Na cobrança, Nonato fez o gol e abriu o placar.

Nonato cobra tiro livre direto contra o goleiro Wang

De quebra, Tang Zhihua foi excluído do duelo por ter feito a quinta falta. Zhu Ruiming, seu substituto, entrou bem e conseguiu dois chutes de fora nos últimos instantes da primeira etapa, um que passou com perigo pelo gol brasileiro, mas foi para fora, e outro com defesa de Luan.

A China voltou melhor do intervalo e conseguiu chegar com perigo três vezes logo nos primeiros minutos, mas não fez o gol. Quando a equipe asiática era melhor, o goleiro Wang saiu de sua área e, assim, o Brasil teve pênalti marcado. Cássio bateu com muita categoria e ampliou o marcador.

Com a vantagem mais confortável, o Brasil teve mais tranquilidade para administrar o jogo. A China tinha apenas um substituto no banco após a exclusão de Tang e os jogadores se cansaram, chegando um a sofrer com câimbras

Após minutos mornos, a equipe brasileira aumentou a intensidade nos cinco minutos finais. Numa infiltração, Ricardinho encontrou Nonato, que escorou livre para o gol e marcou seu segundo tento na partida. O Brasil praticamente ficou com um jogador a mais no final, mas não ampliou o marcador.

Fotos: Wander Roberto/CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário