Aser Mateus é ultrapassado na última rodada e fica sem medalha no salto em distância T36 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Aser Mateus é ultrapassado na última rodada e fica sem medalha no salto em distância T36

Compartilhe
Aser Mateus saltando na caixa de areia

Foi por pouco, mas o Brasil não conquistou medalhas no salto em distância T36 na Paralimpíada de Tóquio. Aser Mateus esteve entre os dois primeiros colocados durante as cinco primeiras rodadas da prova, mas foi ultrapassado por dois atletas na última tentativa e acabou na quarta colocação. Rodrigo Parreira terminou na quinta posição.

Aser registrou sua melhor marca logo na primeira tentativa: um 5,58m, que logo o deixou na liderança. No entanto, ele foi ultrapassado na segunda rodada pelo russo Evgenii Torsunov e caiu para o segundo lugar. Ele não conseguiu melhorar sua marca e ficou estabilizado na posição até a última rodada de saltos, quando o neozelandês William Stedman e o ucraniano Roman Pavlyk o ultrapassaram.

Stedman marcou 5,64m, novo recorde da Oceania, para ficar com a prata, enquanto Pavlyk marcou 5,63m para ser bronze. Aser ainda fez um bom último salto, mas registrou 5,54m, e não melhorou. Torsunov, por sua vez, foi ouro com novo recorde paralímpico, com 5,76m.

Rodrigo Parreira, atual vice-campeão paralímpico e vice-campeão mundial, era o detentor do recorde paralímpico anterior, com 5,62m, mas não chegou perto da marca. Ele bateu 5,49m em sua terceira tentativa e acabou em quinto lugar. Parreira ainda marcou 5,45m e 5,48m em seus saltos, perto de seu melhor.

Entre outros resultados do Brasil no atletismo neste dia, destaque para a a conquista de duas pratas, com Vinicius Rodrigues nos 100m T63 e Alessandro Rodrigo no arremesso de peso T11.

Foto de capa: Wander Roberto/CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário