Surto lista: Os porta-bandeiras do Brasil em Jogos Olímpicos - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Surto lista: Os porta-bandeiras do Brasil em Jogos Olímpicos

Compartilhe

Uma das principais honrarias que um atleta pode receber nos Jogos Olímpicos é o convite para ser o porta-bandeira da sua delegação na Cerimônia de Abertura. Em Tóquio 2020, pela primeira vez todos os países poderão escolher dois representantes (um homem e uma mulher) para a tarefa. O Comitê Olímpico do Brasil escolheu Ketlyen Quadros do judô e Bruno Rezende do vôlei para serem porta-bandeiras este ano. Mas se você não lembra quem já teve esse privilégio, o Surto Olímpico lista abaixo todos os porta-bandeiras do Brasil.

Antuérpia 1920 - Afrânio da Costa - tiro
Prata  na pistola 50m individual e bronze na pistola 50m por equipes

Paris 1924 - Alfredo Gomes - atletismo 
Participou dos 5000m e do cross-country. Venceu a primeira Corrida de São Silvestre em 1925

Los Angeles 1932 - Antônio Lira - atletismo
15º lugar no arremesso de peso em 1932 e 1936

Berlim 1936 e Londres 1948 - Sylvio Magalhães Padilha - atletismo
5º lugar em 1936 nos 400m com barreiras

Sylvio Padilha lidera a delegação do Brasil no Estádio de Wembley em 1948. Foto: Divulgação
Helsinque 1952 - Mário Jorge da Fonseca Hermes - basquete
Vice-campeão mundial em 1954. 6º lugar nos Jogos de 1952

Melbourne 1956 - Wilson Bomarda - basquete
Vice-campeão mundial em 1954. 6º lugar nos Jogos de 1956

Roma 1960 - Adhemar Ferreira da Silva - atletismo
Bi-campeão olímpico - 1952 e 1956.

Foto: divulgação
Tóquio 1964 - Wlamir Marques - basquete
Bi-campeão mundial (1959 e 1963) e bronze nos Jogos Olímpicos em 1960 e 1964

Foto: divulgação
Cidade do México 1968 - João Gonçalves Filho - polo aquático
Campeão dos Jogos Pan-Americanos de 1963. 13º nos Jogos de 1960, 1964 e 1968

Foto: divulgação
Munique 1972 - Luiz Cláudio Menon - basquete
Campeão Mundial em 1963. 4º lugar nos Jogos Olímpicos de 1968

Montreal 1976 e Moscou 1980 - João Carlos de Oliveira, “João do Pulo” - atletismo
Bronze em 1976 e 1980 no salto triplo e recordista mundial  da prova entre 1975 e 1985

João do Pulo na abertura de Montreal 1976 - Foto: Sebastião Marinho/O Globo
Los Angeles 1984 - Eduardo de Souza Ramos - vela
9º lugar na classe star em 1980 e 12º em 1984
Edurado Ramos no gramado do Memorial Colisuem - Foto: Aníbal Philot/Agência O Globo
Seul 1988 - Walter Carmona - judô
Bronze na categoria até 86kg em 1984

Barcelona 1992 - Aurélio Miguel - judô
Ouro em 1988 e bronze em 1996 na categoria até 95kg
Foto Anibal Philot / Agência O Globo
Atlanta 1996 - Joaquim Cruz - atletismo
Ouro em 1984 e prata em 1988 nos 800m
Foto: Reprodução/Folha de S. Paulo
Sydney 2000 - Sandra Pires - vôlei de praia
Ouro em 1996 e prata em 2000. Campeã mundial em 1997
Sandra foi a primeira mulher porta-bandeira do Brasil - Foto: divulgação
Atenas 2004 - Torben Grael - vela
Ouro em 1996 e 2004 e bronze em 1988 e 2000 na classe star. Prata em 1984 na classe soiling. 
Foto: Ivo Gonzalez / Agência O Globo.
Beijing 2008 - Robert Scheidt - vela
Ouro em 1996 e 2004 e prata em 2000 na classe laser. Prata em 2008 e bronze em 2012 na classe star. Doze títulos mundiais somando as duas classes.

Londres 2012 - Rodrigo Pessoa - hipismo saltos
Ouro em 2004 no individual e bronze por equipes em 1996 e 2000. Campeão mundial no individual em 1998.

Rodrigo Pessoa no Estádio Olímpico de Londres - Foto:  Kai Pfaffenbach/Reuters
Rio 2016 - Yane Marques - pentatlo moderno
Bronze em Londres 2012
Yane Marques na Abertura da Rio 2016 - Foto: Ivan Pacheco/Veja.com

Tóquio 2020 - Ketleyn Quadros - judô e Bruno Rezende - vôlei
Ketleyn foi bronze na categoria até 57kg em Pequim 2008. Bruno foi ouro na Rio 2016 e prata em Pequim 2008 e Londres 2012

Fotos: Divulgação/COB

Bônus: Jogos Olímpicos de Inverno

Albertville 1992 - Hans Egger - esqui alpino
Lillehammer 1994 - Lothar Munder - esqui alpino
Nagano 1998 - Marcelo Apovian - esqui alpino
Salt Lake City 2002 - Mirella Arnhold - esqui alpino
Turim 2006 e Vancouver 2010 - Isabel Clark - swnowboard
Sochi 2014 - Jaqueline Mourão - esqui cross-country e biatlo. Também é ciclista e vai competir no moutain bike em Tóquio 2020
Pyeongchang 2018 - Edson Bindilatti - bobsled

Tóquio 2020 será a sétima Olimpíada de Jaqueline Mourão (3 de verão e 4 de inverno) - Foto: AP
Foto de capa: AP

Nenhum comentário:

Postar um comentário