Sede do Beisebol e Softbol, Fukushima também não terá público - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Sede do Beisebol e Softbol, Fukushima também não terá público

Compartilhe

A governadora de Fukushima, Uchiburi Masao, anunciou neste sábado (10), que os jogos de Softbol e Beisebol na Arena Fukushima Azuma não terão público. A medida segue a decisão de Tóquio e região metropolitana relacionadas ao novo estado de emergência. Com isso, Miyagi, Shizuoka e Ibaraki são as únicas prefeituras a liberarem espectadores nas arenas.


O Beisebol é uma paixão nacional japonesa e retorna ao programa olímpico após não ser disputado em Londres e no Rio. A realização das partidas em Fukushima também serviria para mostrar ao mundo a recuperação do nordeste japonês, devastado pelo terremoto seguido de um tsunami em 2011.


Na sexta, Sapporo, cidade que receberá a maratona, marcha atlética e futebol, anunciou que o estádio também ficará de portões fechados para a torcida. Em relação às duas corridas, as autoridades soltaram um pedido para que a população não vá às ruas acompanhar o evento.


Originalmente, 750 eventos olímpicos poderiam contar com a presença do público, porém com a decisão da maioria das prefeituras, apenas 26 eventos terão torcida.


Foto em destaque: Kyodo

Nenhum comentário:

Postar um comentário