Próximo rival do Brasil, Países Baixos goleia Zâmbia por 10 a 3 em jogo cheio de recordes - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Próximo rival do Brasil, Países Baixos goleia Zâmbia por 10 a 3 em jogo cheio de recordes

Compartilhe


Uma das candidatas à medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio, a seleção dos Países Baixos teve uma estreia histórica diante de Zâmbia no Estádio de Miyagi, em Rifu. As neerlandesas venceram as africanas por incríveis 10 a 3 e assumiram a primeira posição do Grupo F, que também tem o Brasil.

Com 13 gols, o placar da partida foi histórico: trata-se do jogo com o maior número de gols na história do futebol feminino olímpico. A marca anterior pertencia à goleada de 8 a 0 da Alemanha sobre a China nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004. A vitória alemã ainda é o placar mais elástico já aplicado em Olimpíadas.


Grande favoritas no confronto, as atuais vice-campeãs da Copa do Mundo dominaram todo o jogo. A jovem seleção de Zâmbia mostrou vontade, mas teve problemas na marcação e cometeu vários erros na formação da linha de impedimento. Foi assim que, aos 9 minutos, Vivianne Miedema marcou o primeiro gol, se aproveitando também de uma falha da goleira Hazel Nali na saída da área.

Seguindo com o ritmo forte, os Países Baixos abriram 3 a 0 já aos 15 minutos, com mais um gol de Miedema e outro de Martens. A capitã Banda ainda diminuiu para Zâmbia, marcando o primeiro gol do país na história olímpica. Porém, as neerlandesas balançaram as redes em mais 3 oportunidades e foram para o intervalo com o placar de 6 a 1 a favor.

O time europeu voltou para o segundo tempo com menos intensidade, mas ainda sem sofrer sustos. Miedema ainda marcou seu quarto gol na partida antes de ser substituída. Com isso, ela se igualou à alemã Birgit Prinz como as únicas atletas a marcarem em quatro oportunidades no mesmo jogo em Olimpíadas. A marca de Prinz foi atingida justamente no 8 a 0 sobre a China em 2004. 

Zâmbia ainda tentou responder com jogadas de velocidade, mas encontrou uma defesa bem postada. Por outro lado, Países Baixos foi efetivo nas chances que teve e abriu 10 a 1 naturalmente. Aos 35, Banda ainda conseguiu anotar o segundo gol do time africano. Logo depois, ela mesma recuperou a bola no ataque e anotou o terceiro, completando o primeiro hat-trick de uma jogadora africana na história olímpica. A árbitra argentina Laura Fortunato apitou o fim de jogo com o histórico placar de 10 a 3.

Com o resultado, as neerlandesas assumiram a ponta do Grupo F, com 3 pontos e 7 gols de saldo. No outro jogo da chave, o Brasil goleou a China por 5 a 0 e estreou com o pé direito no torneio olímpico. Brasil e Países Baixos se enfrentam às 08h do próximo sábado (24) no Horário de Brasília - 20h, no Japão. Mais cedo, às 05h, Zâmbia e China entram em campo no outro jogo da rodada.

FICHA TÉCNICA

Zâmbia: Nali; Siamfuko, Mweemba, Mulenga (Musase) e Belemu (Mukwasa); Wilamba, Changa e Lungu; Mubanga (Lubandji), Banda e Chitundu. 

Países Baixos: Van Veenendal; Janssen, Van der Gragt (Wilms), Nouwen (Van Es) e Van Dongen; van de Donk (Pelova), Groenen e Roord; Van de Sanden (Jansen), Miedema (Beeresteyn) e Martens.

Local: Estádio de Miyagi, Rifu.

Gols: Miedema (09' 1T), Martens (14' 1T), Miedema (15' 1T), Banda (19' 1T), Miedema (29' 1T), Martens (38' 1T), Van de Sanden (44' 1T), Miedema (14' 2T), Roord (21' 2T), Beeresteyn (30' 2T), Pelova (35' 2T), Banda (37' 2T) e Banda (38' 2T).

Foto: Federação Holandesa/Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário