Presidente da Coreia do Sul deve estar presente na Cerimônia de Abertura em Tóquio - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Presidente da Coreia do Sul deve estar presente na Cerimônia de Abertura em Tóquio

Compartilhe

 


O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-In, deve visitar o Japão e comparecer na cerimônia de abertura, afirmou nesta sexta (9) o ministro dos esportes coreano, Hwang Hee. A viagem aumenta as esperanças de um encontro entre os líderes dos dois países. Um incidente diplomático envolvendo a aparição da Ilha de Takeshima no mapa do revezamento da tocha estremeceu recentemente a relação entre japoneses e sul-coreanos.


Surte+:Entenda o conflito da Ilha de Takeshima


O ministro disse a imprensa internacional que sua visita já estava programada para os Jogos, mas que agora o presidente estará na comitiva. Os mandatários chegaram a se encontrar na reunião do G7, mas não passaram de cumprimentos formais. Além dele, outro líder mundial estará presente na cerimônia de abertura, Emanuel Macron, presidente da França, sede dos próximos Jogos.


Embora ambos os países tenham dividido a Copa do Mundo FIFA de 2002, vencida pelo Brasil, as nações ainda discutem sobre os efeitos que a colonização japonesa causou na península coreana. No começo do ano, a Corte Central de Seul exigiu que o governo japonês indenizassem as "mulheres de conforto" pelo tratamento na qual elas eram submetidas no bordeis militares durante a Segunda Guerra Mundial.


No dia 16, terá início o período da trégua olímpica, que remonta a Grécia antiga, quando as pólis cessavam seus conflitos para acompanhar as competições. Na era moderna, a prática começou em Lllehammer-1994. A trégua irá durar até o fim dos Jogos Paralímpicos.


Foto em destaque: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário