Oleg Ostapenko, ex-técnico da Seleção Brasileira de ginástica artística, morre aos 76 anos - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Oleg Ostapenko, ex-técnico da Seleção Brasileira de ginástica artística, morre aos 76 anos

Compartilhe

O ucranicano Oleg Ostapekno, treinador de ginástica artística, morreu neste sábado (3), aos 76 anos. Ostapenko foi um dos coordenadores técnicos da seleção brasileira de ginástica artística feminina entre 2001 e 2008, e também comandou as equipes da Rússia e da Ucrânia. O técnico, que havia voltado para o seu país natal, estava internado com problemas renais.

Oleg Ostapenko, foi ginasta formado pela forte escola da antiga União Soviética. Começou a trabalhar como técnico em 1971 e treinou várias ginastas campeãs olímpicas e mundiais como Tatiana Gutsu (campeã olímpica do individual geral em 1992), Lilia Podkopayeva (campeã olímpica do individual geral em 1996) e Daiane dos Santos (campeã mundial do solo em 2003).

O treinador foi um dos principais responsáveis pelo crescimento da modalidade no Brasil. Durante seu período no país, foram três medalhas em campeonatos mundiais, além da classificação inédita da equipe brasileira para os Jogos Olímpicos de Atenas 2004. No Instagram, Daiane dos Santos comentou que Oleg Ostapenko foi mais do que um treinador para a ginasta.


Após deixar a Seleção Brasileira em 2008, Ostapenko voltou ao Brasil entre 2012 e 2016, para trabalhar no Centro de Excelência de Ginástica do Paraná (CEGIN). Iryna Ilyashenko, técnica da seleção e do Cegin, lamentou a morte do seu companheiro de trabalho nas redes sociais:


Foto de capa: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário