Mayra Aguiar perde para alemã e está na repescagem do judô em Tóquio - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Mayra Aguiar perde para alemã e está na repescagem do judô em Tóquio

Compartilhe

Na busca da terceira medalha olímpica, Mayra Aguiar vai lutar a repescagem da categoria até 78kg do judô nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A brasileira venceu sua primeira luta, mas caiu nas quartas de final para Anna-Maria Wagner, da Alemanha. Mayra Aguiar ainda pode conquistar a medalha de bronze. Ela volta a lutar às 05h, no horário de Brasília, desta quinta-feira (29).

A primeira luta de Mayra foi contra Inbar Lanir, de Israel, atleta de apenas 21 anos e atual campeã europeia sub-23. Mas a experiência da brasileira falou mais alto e Mayra Aguiar venceu com tranquilidade, encaixando um uchimata para conseguir um ippon aos 40 segundos de combate.

Nas quartas de final, a adversária foi a alemã Anna-Maria Wagner, atual campeã mundial. A brasileira começou melhor a luta, tentando duas entradas no primeiro minuto, mas a alemã conseguiu se defender bem. O confronto se equilibrou no restante do tempo regulamentar e foi para o golden score. Mayra Aguiar chegou a ficar pendurada com dois shidos e precisou partir para o ataque. Após 3min47s de golden score, Mayra fez uma boa entrada, mas a alemã contra-atacou e conseguiu um waza-ari.

A primeira adversária de Mayra Aguiar na repescagem será a russa Aleksandra Babintseva. Caso vença, a brasileira enfrenta a perdedora da semifinal entre Madeleine Malonga (FRA) e Yoon Hyun-Ji (KOR) na disputa da medalha de bronze. A chave da repescagem será disputada na sessão do judô que começa às 5h no horário de Brasília.

Rafael Buzacarini é eliminado na primeira fase

Rafael Buzacarini perdeu no seu primeiro combate na categoria até 100kg contra o belga Toma Nikiforov. Buzacarini demorou para se encontrar na luta e tomou um shidô no começo por falta de combatividade. O brasileiro se recuperou na luta e chegou a arriscar algumas entradas, mas faltando 37 segundos para o fim, Nikiforov encaixou um golpe e conseguiu um waza-ari. Sem muito tempo para se recuperar, o brasileiro acabou sendo eliminado na primeira luta.

"Minha estratégia era deixar a luta seguir, ir longe, eu tinha recurso, tinha físico e estava preparado para ir longe. Na luta, eu até senti que ele estava cansando, mas foi um momento ali que eu acabei errando, andando para cima e ele acertou um golpe. Tive que abrir no final da luta e acabei perdendo. Difícil. Foram cinco anos treinando, mesmo dentro das adversidades, treinando para chegar, mesmo que fossem dez minutos, e eu aguentar. Queria sair com a medalha"
Rafael Buzacarini (azul) contra Nikiforov (branco) - Foto: Júlio César Guimarães/COB

Foto: Júlio César Guimarães/COB

Nenhum comentário:

Postar um comentário