Judocas brasileiros conhecem adversários para os Jogos Olímpicos de Tóquio - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Judocas brasileiros conhecem adversários para os Jogos Olímpicos de Tóquio

Compartilhe

Na madrugada desta quinta-feira (22), tarde no Japão, a Federação Internacional de Judô (IJF, em inglês), realizou o sorteio dos confrontos de suas competições nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O Brasil conta com 13 atletas entre 14 categorias individuais possíveis, e ainda estará presente no torneio das equipes mistas, que faz sua estreia nesta edição. 

Dos 13 atletas, o Brasil contou com cinco cabeças-de-chave no sorteio: Ketleyn Quadros (5º), na categoria até 63kg; Maria Portela (7º), na categoria até 70kg; Mayra Aguiar (6º), na categoria até 78kg; Maria Suelen (4º), na categoria acima de 78kg; e Rafael Silva (5º), na categoria acima de 100kg. O país também foi cabeça-de-chave no sorteio das disputas por equipe (3º).

Feminino
No geral, as brasileiras tiveram sorte em seus caminhos ao ouro. As exceções foram Gabriela Chibana e Larissa Pimenta, dos pesos mais leves, que deverão ter um forte confronto logo na segunda rodada. Nas duas categorias mais pesadas, tanto Mayra Aguiar quanto Maria Suelen terão um bye na primeira rodada. 

Chibana, da 48kg, terá pela frente Harriet Bonface, de Malauí, na primeira rodada, mas, caso avance, encontrará a líder do ranking mundial, Distria Krasniqi, do Kosovo. Já Pimenta (52kg) encara a polonesa Agata Perenc na primeira rodada, e, avançando, terá que lutar contra a japonesa Abe Uta, número 3 do ranking mundial e bicampeã mundial.

Se as pesos leve deram azar no sorteio, o mesmo não se pode dizer para o restante do elenco feminino do Brasil. Ketleyn (63kg) vai estrear contra a hondurenha Cergia David, que recebeu um convite da federação internacional para participar do evento; avançando, terá pela frente a Gankhaich Bold, da Mongólia, ou a mexicana Prisca Alcaraz nas oitavas.

Maria Portela (70kg) também deu sorte, e lutará com a atleta do Time Olímpico de Refugiados, Nigara Shaheen, na estreia. Caso avance, ela enfrenta a 14ª do mundo, a russa Madina Taimazova ou a espanhola e 18ª do ranking mundial, Maria Bernabeu.


Mayra Aguiar treina no Japão (Foto: Gaspar Nóbrega/COB)

Em busca de sua terceira medalha olímpica, Mayra (78kg) esperará por sua adversária do confronto entre Munkhtseseg Otgon, da Mongólia (58º do ranking mundial) e Inbar Lanir (28º), de Israel, para estrear. Caso vença, já estará nas quartas de final e poderá encontrar com a número 3 do mundo, a alemã Anna-Maria Wagner.

Maria Suelen (+78kg), por sua evz, encara nas oitavas a vencedora do confronto entre a eslovena Anamari Velensek e a estadunidense Nina Cutro-Kelly, ambas abaixo do top-20 do ranking mundial. Vencendo, já estará nas quartas de final, garantindo, no mínimo, um lugar na repescagem.

Masculino
Já no naipe masculino, os brasileiros não tiveram tanta sorte. Eric Takabatake (60kg) terá um adversário fácil na primeira rodada, Soukphaxay Sithisane, do Laos, número 105º do ranking mundial. Porém, avançando, ele terá o sul-coreano Won Jin Kim, e, caso avance, fará um duelo com o cazaque Yeldos Smetov (número 5 do mundo) nas quartas de final.

Daniel Cargnin (66kg) encontrará adversários de rankings semelhantes ao seu nas duas primeiras rodadas (caso avance). Seu primeiro adversário será o egípcio Mohamed Abdelmawgoud. Contudo, alcançando as quartas de final, terá que encarar o número 1 do mundo, o italiano Manuel Lombardo.

Eduardo Barbosa (73kg), que se classificou por meio do critério continental, terá que encarar um adversário mais bem ranqueado na primeira rodada, o francês Guillaume Chaine. Em caso de vitória, terá pela frente o terceiro colocado do ranking mundial, o georgiano Lasha Shavdatuashvili. Tal qual seu xará, Eduardo Yudy (81kg) não teve sorte, e terá que encarar o segundo do mundo já em sua primeira luta, o israelense Sagi Muki.

Rafael Macedo
 (90kg) terá adversários de nível semelhantes para as duas primeiras rodadas, começando com o cazaque Islam Bozbayev. O brasileiro poderá encontrar o número 1 do mundo Nikoloz Sherazadshvili, da Espanha, caso avance até as quartas de final (vencer três lutas).

Número 17 do mundo, Rafael Buzacarini (100kg) lutará com o belga Toma Nikoforov (16º) em sua primeira rodada. Avançando, terá que lutar com o número 2 do ranking e atual bicampeão mundial, Jorge Fonseca, de Portugal.

Rafael Buzacarini lutando na base de treinamento do Time Brasil no Japão (Gaspar Nóbrega/COB)
Por fim, o nosso duas vezes medalhista olímpico, Rafael Silva, contará com um bye na primeira rodada da +100kg, esperando o seu adversário que vêm do confronto entre Maciej Sarnacki, da Polônia, ou Ushangi Kokauri, do Azerbaijão. No caminho do brasileiro, ainda há a possibilidade de confrontos com o georgiano Guram Tushishvili (6º do ranking mundial), nas quartas de final, e com a lenda francesa Teddy Riner na semifinal.

Equipes
No sorteio da inédita disputa por equipes em Jogos Olímpicos, o Brasil também terá um bye, na primeira rodada, e terá que esperar pelo vencedor de Países Baixos e Uzbequistão já nas quartas de final. Em caso de vitória, possivelmente vai encarar a França na semifinal.

Confira todos os confrontos de estreia dos brasileiros:

Feminino
- Gabriela Chibana (48kg) x Harriet Bonface (MAW)
- Larissa Pimenta (52kg) x Agata Perenc (POL)
- Ketleyn Quadros (63kg) x Cergia David (HON)
- Maria Portela (70kg) x Nigara Shaheen (ROT)
- Mayra Aguiar (78kg) x Munkhtseseg Otgon (MGL) x Inbar Lanir (ISR)
- Maria Suelen Altheman (+78kg) x Anamari Velensek (SLO) x Nina Cutro-Kelly (USA)

Masculino
- Eric Takabatake (60kg) x Soukphaxay Sithisane (LAO)
- Daniel Cargnin (66kg) x Mohamed Abdelmawgoud (EGY)
- Eduardo Barbosa (73kg) x Guillaume Chaine (FRA)
- Eduardo Santos (81kg) x Sagi Muki (ISR)
- Rafael Macedo (90kg) x Islam Bozbayev (KAZ)
- Rafael Buzacarini (100kg) x Toma Nikoforov (BEL)
- Rafael Silva (+100kg) x Maciej Sarnacki (POL) x Ushangi Kokauri (AZE)

Equipe Mista
- Brasil x Países Baixos (NED) ou Uzbequistão (UZB)

Foto de capa: Gaspar Nóbrega/COB

Nenhum comentário:

Postar um comentário