Jacky Godmann é convocado para Tóquio ao lado de Isaquias Queiroz; Erlon fica de fora - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Jacky Godmann é convocado para Tóquio ao lado de Isaquias Queiroz; Erlon fica de fora

Compartilhe

A Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) anunciou nesta quinta-feira (1º) a convocação dos atletas para a disputa das provas de velocidade nos Jogos Olímpicos de Tóquio. E com uma surpresa: medalhista na Rio-2016, Erlon de Souza foi cortado e não será o parceiro de Isaquias Queiroz no C2 1.000m. O baiano Jacky Godmann foi chamado em seu lugar.


Erlon, que recém completou 30 anos, foi parceiro de Isaquias durante todo o ciclo. Eles competiram juntos no Mundial de 2019 e ficaram com a medalha de bronze no C2 1000m, resultado que garantiu, inclusive, a vaga olímpica para o Brasil na prova. Entretanto, a vaga na canoagem não é nominal, o que significa que a confederação poderia escolher quaisquer outros atletas para ocupá-la.


Erlon vinha sofrendo com lesões no quadril na reta final de preparação para Tóquio e não conseguiu se recuperar totalmente. Jacky Godmann foi, aos poucos, se tornando o parceiro de Isaquias. Há dois meses, Jacky e Isaquias competiram juntos internacionalmente pela primeira vez e ficaram com o bronze no C2 da Copa do Mundo de Szeged, na Hungria. 


Baiano, Jacky tem 22 anos de idade e é um dos atletas mais promissores da canoagem brasileira. Ele faturou cinco medalhas de ouro no Sul-Americano de 2019 e treina junto com o conterrâneo Isaquias em Lagoa Santa, cidade mineira na região metropolitana de Belo Horizonte. Juntos, foram campeões brasileiros em 2019, defendendo as cores do Flamengo. 


Vale lembrar que Isaquias conquistou três medalhas na Olimpíada do Rio - o único brasileiro a ir ao pódio três vezes em uma única edição olímpica - sendo duas de prata (C1 1000m e C2 1000m) e uma de bronze (C1 200m, que já saiu do programa olímpico). Em Tóquio, ele chega como o atual campeão mundial no C1 1000m é favorito a mais duas medalhas olímpicas.


Além de Isaquias e Jacky, o paranaense Vagner Souta foi convocado pela CBCa para os Jogos, no K1 1000m, barco que ele mesmo classificou pelo critério continental do Mundial de 2019. Vale lembrar que as vagas da canoagem slalom já estavam preenchidas desde o ano passado: Pepê Gonçalves (K1) e Ana Sátila (C1 e K1) serão os representantes brasileiros em Tóquio.


Os canoístas brasileiros deixarão o Brasil em 10 de julho, no sábado da próxima semana. Primeiro, farão escala em Portugal, onde participarão de uma semana de treinamentos no Vale do Aguieira. A partir de 18 de julho, farão uma sessão de aclimatação já no Japão, em Kanagawa. As provas olímpicas da canoagem velocidade serão disputadas entre 1º e 7 de agosto (seguindo o fuso de Brasília).


Foto de capa: Reprodução/Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário