Grupo de japoneses busca liminar na Justiça para cancelar a Olimpíada de Tóquio - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Grupo de japoneses busca liminar na Justiça para cancelar a Olimpíada de Tóquio

Compartilhe


Nesta sexta, um grupo de cidadãos do Japão buscou um mandado de segurança para tentar impedir a reallização da Olimpíada e da Paraolimpíada de Tóquio. O argumento é de que prosseguir com a realização dos Jogos Olímpicos durante a pandemia do coronavírus viola o direito de viver, garantido em constituição. As informações são do jornal Kyodo News.

Os japoneses entraram em contato com o Tribunal Distrital de Tóquio exigindo que os organizadores da Olimpíada cancelem todos os eventos esportivos, alegando que o comitê organizador não forneceu evidências que eventos esportivos globais possam ser realizados de forma segura.

Eles também argumentaram que é impossível realizar os Jogos Olímpicos em Tóquio sem que haja interação de atletas e equipes com outras pessoas não ligadas ao evento, aumentando o risco de propagação do vírus, de acordo com a denúncia escrita.

O pedido foi levado à justiça um dia após a decisão de proibir público nos eventos, em todos os locais, devido a um aumento de casos de coronavírus.

Satoshi Horiuchi, um dos quatro solicitantes, pertence a um grupo cívico anti-olímpico na província de Nagano e disse, em uma coletiva de imprensa, que as pessoas que forem ao país para a Olimpíada podem piorar a situação e aumentar a propagação do vírus.

"A vida é mais importante do que uma medalha de ouro, por isso quero pressionar (os organizadores) para que cancelem os jogos", afirmou Horiuchi.

O governo metropolitano de Tóquio declinou qualquer comentário, negando ter recebido qualquer reclamação formal.

A cerimônia de abertura que dá início Jogos de Tóquio está programada para acontecer no próximo dia 23.

Foto: AP

Nenhum comentário:

Postar um comentário