Kyle Chalmers vence Seletiva Australiana e vai defender título dos 100m livre em Tóquio - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Kyle Chalmers vence Seletiva Australiana e vai defender título dos 100m livre em Tóquio

Compartilhe

O atual campeão olímpico dos 100m livre, Kyle Chalmers, venceu a prova na Seletiva Olímpica e Paralímpica de Natação da Austrália e se classificou para Tóquio 2020. Com um tempo de 47.59, o australiano fez o quarto melhor tempo do mundo este ano e deve ser um dos candidatos ao pódio nos Jogos Olímpicos. 

Matthew Temple, com 48.32, ficou em segundo lugar e também se classificou para Tóquio. Cameron McEvoy, recordista australiano da prova, ficou em terceiro lugar com 48.49 e deve ser convocado para sua terceira Olimpíada como membro do revezamento 4x100m livre.  Zac Incerti, em quarto, fez 48.51, nadando abaixo de 49 segundos pela primeira vez na carreira. Pensando na disputa contra o Brasil no revezamento, a soma dos tempos dos quatro primeiros é de 3:12.91, contra 3:14.37 dos tempos dos brasileiros na seletiva nacional. 

Nos 200m peito masculino, Zac Stubblety-Cook fez uma excelente prova, nadando para 2:06.28. A marca é a melhor do mundo este ano e a segunda melhor da história, ficando apenas 16 centésimos do recorde mundial do russo Anton Chupkov. Matthew Wilson, medalhista de prata no último mundial, terminou em segundo lugar, mas com 2:08.52, acima do forte índice da Swimming Australia. 

Nos 1500m livre feminino, quatro nadadoras fizeram um tempo abaixo do índice de qualificação. Maddy Gough venceu a prova com 15:46.13, novo recorde australiano e terceiro melhor tempo do mundo em 2021. A segunda vaga olímpica foi para Kiah Melverton , com 15:57.14. Brianna Throssell venceu a prova dos 200m borboleta feminino, com um tempo de 2:07.63. A nadadora foi a única australiana que se classificou para Tóquio na prova.

Na natação paralímpica, foram realizadas provas multiclasse nos 100m peito e 100m livre. Conseguiram o índice de classificação: Tiffany Thomas Kane (SB7) e Kiera Stephens (SB9) nos 100m peito feminino, Jake Michel (SB14) e Blake Cochrane (SB7) nos 100m peito masculino, Ashleigh McConnell (S9) nos 100m livre feminino e Ben Popham (S8) nos 100m livre. Vale lembrar, que como a Austrália tem um limite de 32 vagas na natação da Paralimpíada, a classificação será definida ao fim da seletiva, sendo convocados os melhores colocados no ranking mundial entre os nadadores com índice.

Foto: Delly Carr/Swimming Australia

Nenhum comentário:

Postar um comentário