Isabel Swan assume o comando da Coordenadoria de Esportes Femininos do COB - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Isabel Swan assume o comando da Coordenadoria de Esportes Femininos do COB

Compartilhe



Buscando mais comprometimento com a igualdade de gênero, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) anunciou na última quarta (16) a criação da Coordenadoria de Esportes Femininos, área destinada exclusivamente à elaboração de projetos para atletas, treinadoras e gestoras mulheres. Para ocupar o cargo, foi escolhida a velejadora medalhista olímpica Isabel Swan, bronze em Pequim 2008 na classe 470 ao lado de Fernanda Oliveira.


“É um privilégio trabalhar no COB e ter a chance de contribuir com o esporte feminino, dando suporte para que as mulheres possam desenvolver seus trabalhos. Nossa visão é de médio a longo prazo, identificando o cenário atual e estudando as ações que podem ser efetivamente executadas”, disse Isabel Swan, que teve que renunciar à Comissão de Atletas do COB - sendo substituída por Jaqueline Mourão do ciclismo mountain bike/esqui cross country - para poder ocupar este cargo.


O escopo de atuação de Isabel promete ser abrangente, não se limitando ao suporte às atletas olímpicas ou com potencial para disputar os Jogos. Segundo o diretor de Esportes do COB, Jorge Bichara, a coordenadoria também irá dialogar com as demais áreas da entidade e Confederações Brasileiras Olímpicas.


A Isabel vai fazer um diagnóstico da atuação feminina no esporte brasileiro, estudando não somente o aspecto competitivo, mas também a participação em cargos de gestão e entorno do atleta. É inegável que algumas provas e modalidades ainda possuem espaço para crescimento da participação feminina no cenário mundial, mas seu trabalho vai além do desenvolvimento de resultados”, conta Bichara.


Segundo o COB, atualmente 55% do quadro de funcionários da entidade é composto por mulheres, que ainda ocupam sete dos 12 cargos diretivos e de gerência da entidade. Nos últimos anos, uma série de ações foi realizada nesse sentido, como o envio de uma equipe 100% feminina para coordenar a delegação brasileira nos Jogos Sul-americanos de Praia Rosário 2019 e a criação do curso gratuito Prevenção e Enfrentamento do Assédio e Abuso no Esporte, oferecido em versões adulta e jovem, com apoio da ONU Mulheres.


Foto: COB/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário