Brasil vence a Austrália e termina quarta semana da Liga das Nações na liderança - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Brasil vence a Austrália e termina quarta semana da Liga das Nações na liderança

Compartilhe


Pode colocar mais uma vitória na conta do Brasil na Liga das Nações de Vôlei (VNL). Nesta quinta-feira (17), a seleção masculina bateu a Austrália por 3 sets a 0 (25-17, 25-22 e 25-12) e se confirmou na primeira posição da competição ao término da quarta semana de jogos na bolha em Rimini, na Itália.

Apesar de ter a pior campanha da competição até agora, com apenas uma vitória em 12 jogos, a Austrália complicou o jogo para o Brasil em determinados momentos, graças ao forte saque. Porém, o Brasil conseguiu se reorganizar e não cedeu sets aos adversários. Os destaques da seleção foram o ponteiro Maurício Borges e o central Isac com 11 pontos marcados. Do lado australiano, Smith também anotou 11 e foi o maior pontuador de sua equipe.

Com a vitória, o Brasil se manteve na liderança da competição, com 32 pontos e 11 vitórias em 12 jogos. Agora, a seleção masculina terá três dias de descanso e de treinamentos antes de voltar à quadra para as últimas rodadas da Liga das Nações. O próximo desafio será na segunda-feira (21), às 11h, contra a Itália. Uma vitória garante o país nas semifinais da competição.

Times iniciais


Brasil: Bruninho, Alan, Isac, Flávio, Douglas Souza, Maurício Borges e Maique (L). Técnico: Carlos Schwanke.

Austrália: Arshdeep Dosanjh, Beau Graham, Nehemiah Mote, Trent O'Dea, Ethan Garrett, Luke Smith e Luke Perry (L). Técnico: Marcos Miranda.

O jogo


Enfrentando a lanterna da competição, Carlos Schwanke optou por escalar o Brasil com um time misto para dar rodagem ao elenco. Com isso, Maurício Borges, Alan e Maique ganharam a oportunidade de começar a partida como titulares. Os ponteiros João Rafael e Vaccari também participaram da partida a partir do terceiro set.

O Brasil começou o jogo com dificuldades na recepção. Aproveitando a instabilidade, os australianos abriram 6 a 3 com um efetivo saque flutuante. Aos poucos, o time brasileiro encontrou seu melhor entrosamento e passou a frente no placar em 10 a 9, para não sair mais. A partir daí, o volume de jogo da seleção passou a se destacar, com Maique e Bruninho liderando na defesa. Sem maiores sustos, o Brasil fechou o set em 25 a 17.

Assim como na primeira parcial, o saque australiano começou o segundo set surtindo efeito, e a seleção da Oceania abriu 5 a 3 em ace de O'Dea. As duas equipes seguiram trocando pontos, até que o Brasil assumiu o comando novamente em 13 a 12. Porém, ao contrário do set anterior, a Austrália não permitiu que a seleção brasileira se distanciasse no placar e complicou o jogo na reta final. Mesmo assim, em ace de Isac, o Brasil fechou o set em 25 a 22.

O terceiro set começou diferente dos demais. O Brasil conseguiu abrir 4 a 0 rapidamente, com Isac comandando a rede e forçando o técnico brasileiro da Austrália, Marcos Miranda, a parar o jogo. A pausa não reduziu o ímpeto do Brasil, que dominou a parcial e fechou o jogo sem sustos: 25 a 12 no set, e 3 a 0 na partida.

Foto: Reprodução/FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário