Brasil cresce no bloqueio e bate a Sérvia de virada na Liga das Nações de Vôlei - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Brasil cresce no bloqueio e bate a Sérvia de virada na Liga das Nações de Vôlei

Compartilhe


Fundamento em que a seleção mais vinha mostrando dificuldades na competição, o bloqueio foi determinante para a quinta vitória do Brasil em seis jogos na Liga das Nações de Vôlei (VNL). Neste sábado (05), o time brasileiro venceu a Sérvia por 3 sets a 1 (23-25, 25-23, 25-15 e 25-22) com 14 pontos de bloqueio.

Na partida anterior, contra o Japão, o Brasil havia marcado apenas três pontos nesse fundamento, contra sete dos japoneses. Já diante da Sérvia, o ponteiro Douglas Souza, sozinho, conseguiu quatro bloqueios. Ao todo, ele anotou 22 acertos e foi o maior pontuador do jogo.

Outro destaque do Brasil foi o ponteiro Lucarelli, que marcou 18 pontos, sendo 4 de bloqueio. Já o oposto Alan terminou o jogo com 19 pontos. Os três atacantes de extremidade do Brasil pontuaram mais que os atacantes sérvios. O ponteiro Marko Ivovic liderou sua seleção nesse quesito, com 14 acertos.

Agora, a seleção brasileira masculina terá três dias de descanso e de treinamentos antes de voltar à quadra para mais três rodadas consecutivas da Liga das Nações. O próximo desafio do Brasil é contra os Países Baixos, na quarta-feira (09), às 16h. Antes, a equipe feminina enfrenta a Sérvia neste domingo, a partir das 11h.


Times iniciais


Brasil: Bruno, Alan, Lucarelli, Douglas Souza, Maurício Souza, Flávio e Thales (L). Técnico: Carlos Schwanke.

Sérvia: Nikola Jovovic, Aleksandar Atanasjevic, Marko Ivovic, Uros Kovacevic, Petar Krsmanovic, Marko Podrascanin e Nikola Pekovic (L). Técnico: Slobodan Kovač.

O jogo


O Brasil foi à quadra com mudanças em relação à vitória sobre o Japão. Bruninho voltou ao time titular no lugar de Cachopa, enquanto Alan substitiuiu Wallace na posição de oposto. O central Flávio também começou jogando, enquanto Isac estava no banco de reservas. Thales e Maique mantiveram o revezamento na posição de líbero.

A Sérvia começou a partida melhor na virada de bola e no bloqueio, abrindo 5 a 2 logo de cara. Aos poucos, a seleção brasileira igualou as ações e chegou ao empate em 7 a 7 depois de lindo bloqueio simples de Douglas Souza em Atanasijevic. Depois, passou a frente em erro de ataque de Kovacevic e abriu 8 a 7.

A partir daí, o Brasil começou a se distanciar no placar. Em bola de cheque de Lucarelli, o time chegou à segunda parada técnica com 16 a 12 de frente. Porém, uma sequência de erros de ataque recolocaram a Sérvia no jogo, e a equipe europeia encostou: 17 a 16. Os dois países seguiram trocando pontos e chegaram à reta final do set empatados em 22 a 22. Em erro de ataque de Lucarelli, os sérvios passaram a frente em 24 a 23 e fecharam a parcial logo em seguida, em invasão por cima de Bruno.

Diferente do primeiro set, o segundo começou mais equilibrado, com o Brasil mantendo uma pequena vantagem no placar entre um e dois pontos. Porém, foi a vez da Sérvia se recuperar e assumir a liderança, abrindo 11 a 9 em ataque de Atanasijevic. Tentando melhorar a seleção na rede, Schwanke lançou Isac no lugar de Flávio, e, de cara, o central já marcou um ponto de bloqueio em Ivovic, empatando o jogo em 12 a 12.

O set continuou com as duas equipes trocando pontos, até que o Brasil conseguiu passar à frente em 19 a 18. Depois, em bloqueio de Lucarelli sobre Luburic, a seleção abriu 21 a 19. A Sérvia logo reagiu e empatou novamente, mas o time brasileiro segurou os rivais e fechou a parcial em 25 a 23.

Douglas Souza foi o maior pontuador da seleção brasileira, com 22 pontos (Foto: Reprodução/FIVB)

Embalado pelo triunfo no set anterior, o Brasil começou bem a terceira parcial e logo abriu 8 a 5. Comandada por Douglas Souza e Lucarelli, a seleção brasileira não deu chances para a Sérvia e abriu 16 a 9 na segunda parada técnica e não saiu mais da dianteira. Mantendo o ritmo forte, o time verde e amarelo fechou o set e virou o jogo sem sustos: 25 a 15.

A derrota na parcial anterior parece ter acordado os sérvios, que começaram o quarto set forçando o saque e se impondo no bloqueio. O time europeu abriu dois pontos de vantagem e ampliou em erro de ataque de Isac, chegando a 14 a 11. O central brasileiro, porém, se redimiu imediatamente com uma boa passagem no saque que recolocou o Brasil na liderança em 15-14.

Ainda com ele no serviço, a seleção abriu 17-14 e não perdeu mais a dianteira. A partir daí, foi só administrar a vantagem e fechar a parcial. Em erro de saque de Kovacevic, o Brasil venceu o set por 25 a 22 e o jogo, por 3 a 1.

Foto: Reprodução/FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário