Brasil bate Rússia e conquista o bronze por equipes mistas no Mundial de judô - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Brasil bate Rússia e conquista o bronze por equipes mistas no Mundial de judô

Compartilhe
Brasil conquistou o bronze no Mundial de judô por equipes mistas

O Brasil conquistou neste domingo (13) a medalha de bronze na disputa por equipes mistas do Mundial de judô, em Budapeste (HUN). O time brasileiro, formado por Eduardo Barbosa, Ketelyn Nascimento, Maria Portela, Rafael Macedo, Beatriz Souza e David Moura, derrotou a Federação Russa de Judô (RJF) por 4 a 2, de virada. O país encerrou sua participação na competição com três bronzes.


O primeiro confronto entre brasileiros e russos - que tiveram um time alternativo - foi entre os pesos leve Eduardo Barbosa (73kg) e Denis Iartcev. O russo levou a melhor no golden score, em um combate sem grandes emoções. Maria Portela (70kg) empatou o placar logo em seguida, aplicando um belo waza-ari sobre Dali Liluashvili, também no golden score. 


O time russo retomou a dianteira já na terceira luta. Muito passivo, Rafael Macedo (90kg) recebeu três punições e acabou derrotado por Khusen Khalmurzaev. O Brasil mais uma vez empatou na sequência, com vitória tranquila de Beatriz Souza (+70kg) sobre Daria Vladimirova, aplicando seu tradicional waza-ari seguido de imobilização.


David Moura (+90kg) foi quem colocou a equipe brasileira na frente pela primeira vez ao vencer Alen Tskhovrebov num duelo emocionante. O brasileiro se livrou de uma imobilização na reta final, cresceu na luta e aplicou um waza-ari. Com o "match point", Ketelyn Nascimento (57kg) imobilizou Anastasiia Konkina, sétima colocada no torneio individual do Mundial, para decretar a vitória.



Antes de chegar a decisão pela medalha, o Brasil precisou passar por apenas duas equipes, já que a competição tinha apenas 15 países inscritos. Apesar disso, não teve vida fácil. Nas oitavas de final, venceu o Cazaquistão por 4 a 3, depois de abrir 3 a 0 e ceder o empate. A categoria até 70kg feminina foi escolhida para o desempate e Maria Portela derrotou Moldir Narynova, por ippon. 


Já nas quartas, a equipe brasileira foi "varrida" pelo Uzbequistão, perdendo por 4 a 0, com derrotas de Portela, Eduardo Barbosa (73kg), Ketelyn Nascimento (57kg) e David Moura (+90kg). O time verde-amarelo foi encaminhado para a repescagem e conseguiu se recuperar batendo a forte Geórgia, por 4 a 1, com vitórias de Ketelyn, Portela, Rafael Macedo (90kg) e Beatriz Souza (+70kg).


Maria Portela recebendo instrução da treinadora Rosicleia Campos na disputa por equipes mistas do Mundial de judô 2021
Maria Portela foi decisiva na estreia brasileira contra o Cazaquistão (Jensen Lars Moeller/IJF)

A prova por equipes mistas fará sua estreia no programa olímpico em Tóquio-2020. Até aqui, apenas 12 delegações estão classificadas para a disputa: Alemanha, Brasil, Canadá, Comitê Olímpico Russo, Coreia do Sul, França, Israel, Itália, Japão, Mongólia, Países Baixos e Time Olímpico de Refugiados. A tendência é que o Brasil seja cabeça de chave número 2 e entre já nas quartas do torneio.


Com os resultados deste domingo, o Brasil encerra sua participação no Mundial com três medalhas, todas de bronze. Além do pódio por equipes, o país fez dobradinha no peso pesado feminino, com Beatriz Souza e Maria Suelen Altheman. Ketleyn Quadros (63kg) e Rafael Silva (+100kg) ficaram em quinto lugar. Não será disputada nenhuma outra competição do circuito antes da Olimpíada.


Foto de capa: Jensen Lars Moeller/IJF

Nenhum comentário:

Postar um comentário