Bernard Rajzman entra para o Hall da Fama do COB - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Bernard Rajzman entra para o Hall da Fama do COB

Compartilhe


O Hall da Fama do Comitê Olímpico do Brasil (COB) ganhou, oficialmente, mais um integrante, neste domingo (20). Indicado na turma de 2020, Bernard Rajzman, símbolo da “Geração de Prata” do vôlei brasileiro e conhecido mundialmente pela criação do saque “Jornada nas Estrelas”, finalmente eternizou as suas mãos em cerimônia durante a etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia realizada no rio de Janeiro neste domingo (20). 


“Eu quero dizer que para mim é uma honra muito grande e um orgulho entrar para esse Hall da Fama, eleito pelo organismo mais importante do esporte brasileiro. A gente vive uma vida para fazer o esporte da melhor forma e, quando a gente consegue ter esse reconhecimento, nos dá mais estímulo para continuar nessa luta pelo esporte brasileiro. Agradeço ao Comitê Olímpico do Brasil e à Confederação Brasileira de Vôlei por essa homenagem. Espero que o esporte cresça e que a gente traga algumas medalhas nos Jogos Olímpicos de Tóquio! Muito obrigado a todos pelo carinho e atenção!”, disse Bernard.


No último dia 8, quando completava 107 anos, o COB lançou a versão digital do seu Hall da Fama para ser referência sobre esporte olímpico brasileiro, com perfis detalhados e grande acervo de fotos e vídeos em parceria com COI, Confederações e imprensa. 


A ideia é que todas as homenagens se juntem em um museu no Centro de Treinamento Time Brasil, num espaço aberto à visitação pública e que conterá com um mural onde os moldes das mãos ou pés dos homenageados ficarão disponíveis. Todos terão um QR Code que levará os visitantes à página do homenageado no portal e, assim, todo torcedor poderá ter uma experiência imersiva e inesquecível. 


Visando valorizar os heróis olímpicos brasileiros, o Hall da Fama realiza homenagens todos os anos, desde 2018, a personagens que contribuíram de maneira marcante com o esporte olímpico brasileiro, promovendo o Olimpismo e inspirando novas gerações. 


Em 2020, foram escolhidos, além de Bernard, os seguintes nomes: Adhemar Ferreira da Silva (atletismo); Aída dos Santos (atletismo); Aurélio Miguel (judô); Reinaldo Conrad (vela); Sebastián Cuattrin (canoagem velocidade); Tetsuo Okamoto (natação); Wlamir Marques (basquete); Nelson Pessoa (hipismo saltos) e  Zagallo (futebol). Devido à pandemia de COVID-19, esses ídolos do esporte brasileiro ainda aguardam ocasiões para serem homenageados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário