Atletas não serão desclassificados da Olimpíada em caso de teste positivo para a Covid-19 - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Atletas não serão desclassificados da Olimpíada em caso de teste positivo para a Covid-19

Compartilhe

 


O diretor de esportes do COI (Comitê Olímpico Internacional), Kit McConell anunciou em coletiva nesta terça (15) que os atletas que testarem positivo para Covid-19 não serão desclassificados das competições. O anúncio foi feito em Tóquio, durante visita de diretores da entidade a um mês dos Jogos e destacou novos pontos do playbook, o livro de normas.


Os competidores que forem infectados pelo coronavírus e não puderem disputar suas provas serão reconhecidos como DNS (Do Not Start, não começou). Em alguns casos, como o badminton e o tênis que são competições de longa duração, um atleta que chegue a final e teste positivo terá garantida a medalha de prata.


McConell afirmou que cada esporte terá suas próprias regras e elas podem ser um pouco diferente entre si, porém o COI fez um plano com cada federação para garantir consistência e homogeneidade nas decisões. Em algumas modalidades, a vaga do atleta pode ser redistribuída, caso um semifinalista teste positivo, ele será substituído por um outro competidor eliminado na fase anterior.


Essa ideia não funciona no Judô por exemplo, já que eliminatórias e finais acontecem no mesmo dia. O diretor ainda ressaltou que o COI fez 13 eventos testes entre abril e maio, segundo ele, todos bem sucedidos. 


Multa e expulsão para quem descumprir as normas anti-Covid


Entre os novos pontos do playbook, está a possibilidade de expulsão de atletas estrangeiros em caso de desrespeito as regras de prevenção ao Coronavírus. Caso um atleta seja flagrado, ele terá sua credencial cassada, perderá seu direito de disputar os Jogos e deverá pagar uma multa cujo valor não foi revelado.


Foto em destaque: Taguchi Yakihito/ USA Today

Nenhum comentário:

Postar um comentário