Aline Silva e Laís Nunes têm dia ruim no Aberto da Polônia de Wrestling - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Aline Silva e Laís Nunes têm dia ruim no Aberto da Polônia de Wrestling

Compartilhe
Aline Silva perde duas lutas no Aberto da Polônia


Na última competição do “Ranking Series”, fundamental para a definição do ranking e chaveamento olímpico do wrestling, as atletas brasileiras classificadas para a luta livre na Tóquio 2020 tiveram um dia ruim em Varsóvia. Aline Silva e Laís Nunes perderam as três lutas que disputaram no Aberto da Polônia de wrestling nesta quinta-feira (10) e não disputaram as medalhas.


Surte+ Brasil já tem 248 atletas garantidos na Olimpíada de Tóquio; confira a lista


Disputando a categoria 62kg, Laís Nunes teve um bom início contra a ucraniana Llona Prokopevniuk nas quartas, chegando a abrir 5 a 1 no primeiro round. Porém, a adversária europeia conseguiu um encostamento, fechando a luta em 6 a 5. 


Como a sua algoz, que também está classificada aos jogos Olímpicos, não avançou à final, Laís não teve oportunidade de disputar a repescagem ao bronze. A campeã mundial Aisuluu Tynybekova, do Quirguisão, confirmou o favoritismo e levou o ouro na categoria. Ela pode ser a primeira campeã olímpica de seu país da Ásia Central em Tóquio.


Aline Silva ainda foi à repescagem, mas não conseguiu ter sorte na segunda chance nos 76kg. Também estreando direto nas quartas, ela caiu na sua primeira luta para a alemã Aline Rotter-Focken, também classificada para Tóquio, por 2 a 0. Campeã mundial dos 69kg em 2014, Rotter-Focken abriu o marcador com uma penalidade por passividade de Silva e ampliou a vantagem ao tirar a brasileira da área permitida. 


Em um dia perfeito, com quatro vitórias, a alemã terminou o dia com o título da competição. Para Aline, a campanha da xará significou uma segunda chance, diante da norte-americana Dymond Guilford na final da repescagem. De acordo com a Confederação Brasileira de Wrestling, ”o combate seguia disputado até Guilford conseguir a cruzeta e vencer por 12 a 1”. A estadunidense perdeu o bronze para a canadense Erica Elizabeth Wiebe.


Agora o Brasil volta aos tapetes poloneses apenas no domingo, dia 13, último dia de competições. Ronisson Brandão compete na categoria 87kg do estilo greco-romano já de olho em Paris 2024. O único brasileiro classificado no wrestling masculino, Eduard Soghomonyan, nos 130kg da luta greco-romana,  não participa do torneio.



Foto: Divulgação / CBW

Nenhum comentário:

Postar um comentário