WSL adia chamada para domingo; veja o que ainda vem por aí em Margaret River - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

WSL adia chamada para domingo; veja o que ainda vem por aí em Margaret River

Compartilhe

 





A WSL (World Surf League) decidiu adiar a chamada deste sábado (8) para domingo (9) às 20 horas de Brasília, segundo a liga, os ventos estão desfavoráveis para a formação de boas ondas. A janela da etapa termina na terça (11) e tem Ítalo Ferreira e Filipe Toledo na disputa masculina, enquanto Tatiana Weston Webb está na semifinal da categoria feminina.


Com a lesão de John John Florence, atual bicampeão consecutivo da etapa, o norte-americano Griffin Colapinto se classificou automaticamente para as semifinais e espera o vencedor da bateria entre Jordy Smith da África do Sul e Ryan Calinan da Austrália, confronto com vantagem de três vitórias do australiano contra apenas uma do sul-africano.


A última bateria das quartas reserva o encontro entre dois brasileiros, o atual campeão do circuito, Ítalo Ferreira e o paulista Filipe Toledo. Com a saída de John John, o potiguar é apontado com o surfista com mais chances de sair com o título, mas o seu retrospecto contra Filipinho é equilibrado, com quatro vitórias para Ítalo e três para o paulista de Ubatuba. O último confronto entre eles foi em abril, na semifinal da etapa de Newcastle, com vitória de Ítalo por 16,10 a 11,57.


Com a eliminação de Medina nas oitavas de final, Ítalo pode virar líder do ranking e usar a camisa amarela na última etapa da perna australiana em Rottnest Island, mas para isso, ele tem que obrigatoriamente ganhar o torneio em Margaret River. 


O vencedor da bateria exclusivamente brasileira enfrenta o vencedor do confronto entre o havaiano Seth Moniz e o sul-africano Mattew McGillivray, que já se enfrentaram esta temporada em Pipeline, com vitória do africano por 13,67 a 9,04.


Semifinal feminina


A nova vice-líder do ranking e atual vice-campeã da etapa, Tatiana Weston Webb, disputará a semifinal contra a australiana Bronte Macaulay.  A gaúcha, que vem de um segundo lugar em Narrabeen, tem apresentado um ótimo surfe nas ondas de The Box e seu retrospecto contra Macaulay é bastante favorável, com dez vitórias de Tati contra quarto da australiana.


A outra semifinal põe frente a frente, a australiana Sally Fitzgibbons contra a líder do ranking feminino, Carrissa Moore do Havaí. O retrospecto entre elas é mais equilibrado, com ligeira vantagem para a havaiana.


A etapa de Margaret River tem transmissão da WSL no You Tube, Facebook, site e app, além da ESPN 2 e Watch Espn.


Foto em destaque: Cait Miers/WSL

Nenhum comentário:

Postar um comentário