Sem Renan, Carlos Schwanke vai comandar seleção brasileira na Liga das Nações, diz jornalista - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Sem Renan, Carlos Schwanke vai comandar seleção brasileira na Liga das Nações, diz jornalista

Compartilhe


Com o técnico Renan Dal Zotto ainda em recuperação das complicações causadas pela Covid-19, o auxiliar técnico Carlos Schwanke deve assumir o comando da seleção brasileira masculina de vôlei na disputa da Liga das Nações, que começa no próximo dia 28, na Itália. A informação foi publicada na manhã desta quinta-feira (13) pelo jornalista especializado Bruno Voloch, do jornal O Tempo.

Auxiliar na seleção brasileira desde 2019, Schwanke é o responsável por colher informações táticas sobre os adversários e por comandar os treinamentos de bloqueio. Essa será sua primeira experiência como treinador na seleção principal. No voleibol de clubes, o último time treinado por ele foi o Al-Rayyan, do Catar.

Renan Dal Zotto está internado desde 16 de abril no Hospital Samaritano do Rio de Janeiro. Ele chegou a ficar intubado duas vezes e foi submetido a uma cirurgia de emergência para impedir o desenvolvimento de uma trombose arterial aguda. Na última quinta-feira (07), a Confederação Brasileira de Vôlei informou que o treinador tem evoluído bem e está lúcido. Ele passou por uma traqueostomia e fica períodos cada vez maiores sem ventilação mecânica.

A estreia da seleção brasileira na Liga das Nações está marcada para o dia 28 de maio, em jogo contra a Argentina. A competição será realizada em uma bolha na cidade de Rimini, na Itália. Será o último torneio oficial que o Brasil disputará antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que começam no dia 23 de julho.

Foto: Arquivo Pessoal/O Município

Nenhum comentário:

Postar um comentário