Avancini, Cocuzzi e Jaque Mourão são escolhidos para defender o mountain bike brasileiro em Tóquio-2020 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Avancini, Cocuzzi e Jaque Mourão são escolhidos para defender o mountain bike brasileiro em Tóquio-2020

Compartilhe


*Com Wesley Felix

A Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) divulgou nesta segunda-feira (31) a lista de convocados para a equipe brasileira de mountain bike para os Jogos Olímpicos de Tóquio, que ocorrerão entre 23 de julho e 08 de agosto. Henrique Avancini e Luiz Henrique Cocuzzi foram os escolhidos no masculino e Jaqueline Mourão representará o país no feminino. 

O Brasil conquistou três vagas na modalidade, duas entre os homens e uma entre as mulheres, tendo terminado a classificação olímpica em quarto e em 17º, respectivamente. Os rankings haviam sido fechados há duas semanas, após a disputa da Copa do Mundo de Nové Mesto. Como as vagas são do país, coube a CBC definir os convocados. A entidade selecionou os atletas seguindo os critérios técnicos estabelecidos em 2018.

Henrique Avancini, que liderou o ranking mundial do mountain bike entre outubro do ano passado e maio deste ano, já era presença certa na lista. Hoje número 4 do mundo, o fluminense coleciona resultados históricos pelo Brasil, tendo sido o primeiro atleta do país a conquistar uma etapa de Copa do Mundo do cross country olímpico. Ele vai para sua segunda edição olímpica - foi 26º na Rio-2016.

A indefinição ficava quanto à segunda vaga masculina, com Guilherme Muller e Luiz Henrique Cocuzzi disputando o posto. Tendo bons resultados nas duas Copas do Mundo disputadas este ano, Cocuzzi foi o selecionado. Aos 27 anos, ele é dono de sete títulos brasileiros e foi campeão pan-americano em 2018.

O grande destaque da convocação é a veterana Jaqueline Mourão. Ela foi escolhida para a vaga feminina vencendo a concorrência da goiana Raiza Goulão. Aos 45 anos, Jaque vai para a sétima Olimpíada da carreira, a terceira edição de verão participando no mountain bike. Ela também tem quatro edições de inverno no currículo, entre 2006 e 2018.

Jaqueline permanecerá como a atleta brasileira com mais participações em Jogos Olímpicos. Atualmente, ela divide o recorde com Robert Schedit (vela), Formiga (futebol), Rodrigo Pessoa (hipismo) e Hugo Hoyama (tênis de mesa), que já foram a seis edições cada. Scheidt estará em Tóquio-2020, enquanto Formiga e Rodrigo aguardam a convocação. Hoyama estará presente na Olimpíada, mas como treinador da seleção feminina de tênis de mesa.

Jaque, no entanto, deverá se isolar com oito participações olímpicas em breve. Ela tem a classificação bem encaminhada no ski cross-contry dos Jogos de Inverno de Pequim-2022, que ocorrerão em fevereiro do ano que vem. Assim que competir em Tóquio, trocará a terra pela neve e intensificará a preparação.

Foto: Fábio Piva

Nenhum comentário:

Postar um comentário