Grã-Bretanha adia anúncio da equipe olímpica de ginástica artística após tragédia na família Downie - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Grã-Bretanha adia anúncio da equipe olímpica de ginástica artística após tragédia na família Downie

Compartilhe

A British Gymnastics, federação de ginástica da Grã-Bretanha, decidiu adiar a reunião  do painel técnico da entidade, que estava marcada para a última segunda-feira (10) e  que iria escolher a equipe feminina do país para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. De acordo com o jornal Daily Mail, a decisão foi para dar uma chance extra para Becky e Ellie Downie. Josh Downie, irmão das ginastas, faleceu na última quinta-feira (6), vítima de um ataque cardíaco, na véspera da última seletiva olímpica da ginástica artística feminina do país.

Josh tinha apenas 24 anos e era professor de educação física e atleta de críquete. Ele estava em uma partida, quando sofreu um infarto e foi levado para um hospital. A situação pegou a família de surpresa, já que Josh Downie não tinha problemas cardíacos.

As irmãs Downie, estavam em Cardiff, no País de Gales, se preparando para o último teste interno da seleção feminina de ginástica artística, antes da convocação da equipe olímpica, quando souberam da notícia. Becky e Ellie, acabaram não participando das duas rodadas da última seletiva que foram vencidas por Gerogia Mae-Fenton (54.250) e Ondine Achampong (53.775) no individual geral.

Através das redes sociais, a British Gymnastics prestou condolências à família Downie e disse que vai dar o suporte necessário às ginastas. 
Becky Downie postou um vídeo no twitter na sua volta aos treinos, na última segunda (10), afirmando que continua tentando a vaga olímpica pelo irmão. “Eu sei que Josh gostaria que eu chegasse o mais longe possível”, disse a ginasta, na publicação.
Apesar de não serem as principais generalistas da Grã-Bretanha no momento, as irmãs Downie são as principais chances de medalha do país na ginástica artística feminina, em Tóquio 2020. No último Mundial, em 2019, Ellie Downie foi bronze no salto sobre a mesa, enquanto Becky ficou com a prata nas barras assimétricas. 

As irmãs Downies com suas medalhas do Mundial de Ginástica Artística 2019 - Foto: Reprodução/Twitter/@_Doubledownies
Como as duas atletas não tiveram resultados expressivos nos outros testes internos da British Gymnastics, elas precisam de um bom desempenho na última seletiva, para terem chances de serem convocadas. Becky Downie precisa de um desempenho excelente nas barras assimétricas, próximo dos 15 pontos, para compensar o fato da ginasta não competir atualmente no solo e no salto sobre a mesa. Já Ellie Downie, compete diretamente com as outras generalistas do país.

São apenas quatro vagas na equipe olímpica. A única favorita no momento é Jessica Gadirova, que teve um ótimo desempenho no Campeonato Europeu no final de abril, sendo campeã do solo e indo ao pódio também no salto e no individual geral. Jennifer Gadirova (irmã gêmea de Jessica) tem um potencial grande no individual geral, na trave e no solo, mas se lesionou recentemente e não competiu todos os aparelhos na última seletiva. Alice Kinsella e Georgia Mae-Fenton, que tiveram resultados consistentes na seletiva, também estão entre as principais concorrentes à convocação. Correndo por fora estão Amelie Morgan, bronze nas barras assimétricas no Europeu de 2021, e Ondine Achampong que venceu o segundo dia da última seletiva.

Foto de capa: Reprodução/Twitter/@Bdownie


Nenhum comentário:

Postar um comentário