FIVB não aceita desistência da Tailândia para a Liga das Nações e pede nova testagem - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

FIVB não aceita desistência da Tailândia para a Liga das Nações e pede nova testagem

Compartilhe


No início da semana, a federação de voleibol da Tailândia anunciou sua desistência da Liga das Nações após 22 testes positivos para o coronavirus. A FIVB (Federação Internacional de Voleibol), porém, não acatou o pedido da seleção asiática. Segundo o site World Of Volley, a instituição internacional do esporte ofereceu uma segunda chance para a seleção tailandesa apresentar resultados negativos em uma nova rodada de testagem na delegação.

Uma justificativa apresentada pela FIVB é o fato da seleção da Tailândia já ter sido vacinada no último dia 29 de abril, por isso, é possível que os resultados positivos sejam provenientes de anticorpos provocados pela vacina. Dessa forma, a FIVB ofereceu um prazo adicional de 3 dias para nova apresentação de resultados.

A teoria, porém, pode não ser muito fácil de ser comprovada. De fato, é possível que a vacinação cause um resultado considerado 'falso positivo', ou seja, a pessoa apresentar resultados positivo sem que esteja, de fato, infectada. Segundo o Dr. André Figueiredo, doutor em biologia celular pela UFMG, essa contraprova depende de uma combinação de fatores, como o tipo de tecnologia da vacina aplicada e o tipo de teste utilizado.

"Isso depende do teste-diagnóstico que foi realizado. Pós-vacina, realmente, é possível um indivíduo ser detectado com carga viral, mas essa resposta depende justamente da avaliação completa do caso. Um tipo de teste mede anticorpos, que é o intuito da vacina, e em outro tipo você testa carga viral. Então tudo isso também dependeria do tipo da vacina."

Mesmo conhecendo o tipo de testagem, o resultado ainda pode ser ambíguo, pois a resposta definitiva se o resultado é causado por uma infecção ou pela vacina pode necessitar de testes mais complexos e, ainda assim, pode não ser 100% confiável.

Ainda sobre a possibilidade dos resultados serem resultado da vacinação, André Figueiredo acrescentou que o fato de se ter uma quantidade alta de testes positivos ao mesmo tempo possa ser uma evidência importante. "Quando se tem um grupo de 22 pessoas sendo detectadas positivamente em uma mesma janela de tempo, faz sentido que seja resposta imunológica da vacina. Porém, existem muitas nuances para chegar a uma resposta definitiva. Tudo isso irá depender do histórico completo".

A seleção da Tailândia está agendada para tomar a segunda dose da vacina amanhã (14 de maio), seis dias antes da possível viagem para a Itália, onde será disputada a Liga das Nações.

Foto: Reprodução/Twitter @thaivolley_tva

Nenhum comentário:

Postar um comentário