Guia: tudo que você precisa saber sobre a Liga das Nações de Vôlei, que começa nesta terça - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Guia: tudo que você precisa saber sobre a Liga das Nações de Vôlei, que começa nesta terça

Compartilhe


Coloquem os uniformes e ajeitem as joelheiras, porque começou a Liga das Nações de Vôlei! Nesta terça-feira (25), as mulheres entram em ação na primeira rodada. O Brasil vai à quadra às 16h, para enfrentar o Canadá. Depois, na sexta-feira (28), é a vez dos times masculinos fazerem suas estreias, com a seleção brasileira enfrentando a Argentina também às 16h.

A Liga das Nações é o último torneio importante antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio e reúne as principais seleções do mundo. Por isso, o Surto Olímpico preparou este FAQ (Frequently Asked Questions - Perguntas Frequentes) com tudo que você precisa saber sobre o evento. Serão respondidas neste texto as seguintes perguntas:

1 - O que é a Liga das Nações?

2 - Onde está sendo disputada a Liga das Nações?

3 - Quais times participam da Liga das Nações?

4 - Qual o formato de disputa?

5 - Qual a importância do evento em um ano olímpico?

6 - Haverá transmissão das partidas na TV?

7 - E o Brasil? Quando joga?

Maurício Borges é um dos destaques da seleção masculina de vôlei (Foto: Reprodução/FIVB)


1 - O que é a Liga das Nações?

A Liga das Nações de Vôlei (ou VNL) é uma competição anual realizada desde 2018, quando foi criada para substituir a Liga Mundial masculina e o Grand Prix feminino. A competição não foi realizada em 2020 por conta da pandemia de Covid-19. O Brasil ainda não venceu a Liga das Nações em nenhum dos naipes, sendo o melhor resultado a prata da seleção feminina em 2019, quando perdeu a final para os Estados Unidos por 3 sets a 2.

2 - Onde está sendo disputada a Liga das Nações?

A Liga das Nações está sendo disputada na cidade italiana de Rimini, localizada a 340km da capital, Roma. O evento está sendo realizado em formato de bolha, de forma a evitar a proliferação do coronavírus entre os atletas e as demais pessoas envolvidas no evento. Dentro da bolha, estão sendo seguidos protocolos rígidos de distanciamento social e de testagem dos atletas, entre outras medidas.


3 - Quais times participam da Liga das Nações?

Ao todo, 16 seleções participam da competição desde a primeira fase em cada gênero. No masculino, além do Brasil, também há equipes tradicionais na briga, como Polônia, Itália, Estados Unidos, Rússia e Sérvia. Outros países escalados são França, Canadá, Argentina, Irã, Japão, Eslovênia, Alemanha, Bulgária e Austrália. Além disso, por conta da pandemia, o time masculino da China desistiu de participar do evento e foi substituído pelos Países Baixos.

A Rússia é a atual campeã da VNL masculina (Foto: Reprodução/FIVB)

Já no feminino, o Brasil se junta a potências como China, Itália, Sérvia, Estados Unidos e Japão. Completam a lista Turquia, República Dominicana, Países Baixos, Bélgica, Rússia, Polônia, Alemanha, Tailândia, Coreia do Sul e Canadá.

4 - Qual o formato de disputa?

Em ambos os naipes, 16 países se enfrentarão na fase classificatória, em um sistema de todos contra todos. Ao final das 15 rodadas, os quatro países com melhor desempenho se classificam para as semifinais. As semifinais femininas estão marcadas para 24 de junho, com a final e a disputa pelo terceiro lugar programadas para 25 de junho. Já a competição masculina termina com as semifinais no dia 26 de junho e as decisões de medalhas no dia 27 de junho.

5 - Qual a importância do evento em um ano olímpico?

A Liga das Nações é o último torneio do ciclo olímpico antes dos Jogos de Tóquio, que começam no dia 23 de julho. Por isso, cada seleção classificada utiliza a Liga de formas diferentes na preparação para as Olimpíadas.

Algumas equipes optaram por não levar força máxima e deixaram as principais jogadoras treinando em seus países. No feminino, por exemplo, China, Itália e Sérvia pouparam suas titulares e enviaram uma seleção alternativa para a VNL. Já outros países, como o Brasil e os Estados Unidos, estão com seus principais atletas inscritos na competição, que pode ser importante para dar ritmo de jogo aos jogadores nas vésperas dos Jogos.

A experiente ponteira Jordan Larson está inscrita na VNL pelos atuais campeões, os Estados Unidos (Foto: Reprodução/FIVB)


6 - Haverá transmissão das partidas na TV?

O SporTV2 transmitirá todas as partidas da seleção brasileira na competição, tanto no masculino, quanto no feminino. Além disso, diariamente, outro jogo da rodada será exibido antes ou depois do duelo do Brasil. Confira o calendário de transmissões desta primeira semana:

Feminino

25/05 - República Dominicana x Estados Unidos - 13h

25/05 - Brasil x Canadá - 16h

26/05 - Brasil x República Dominicana - 13h

26/05 - Estados Unidos x Canadá - 16h

27/05 - Canadá x República Dominicana - 10h

27/05 - Brasil - Estados Unidos - 14h30

Masculino

28/05 - Estados Unidos x Canadá - 13h

28/05 - Brasil x Argentina - 16h

29/05 - Itália x Eslovênia - 13h

29/05 - Estados Unidos x Brasil - 16h

30/05 - Canadá x Brasil - 13h

30/05 - Sérvia x Itália - 16h

7 - E o Brasil, como está? Joga quando?

O Brasil enviou força máxima nos dois naipes para Rimini. No feminino, a seleção tem à disposição seis campeãs olímpicas: Fernanda Garay, Sheilla, Dani Lins, Tandara, Adenízia e Natália (que está se recuperando de uma lesão na mão e deve desfalcar o Brasil no início do torneio). Outros nomes importantes são a ponteira Gabi, a levantadora Macris e a líbero Camila Brait. A estreia da seleção feminina é nesta terça (25), às 16h, contra o Canadá.

Seleção feminina é a atual vice-campeã da VNL (Foto: Reprodução/FIVB)

Já o time masculino conta com sete remanescentes da Geração de Ouro da Rio 2016: o levantador Bruninho, os centrais Maurício Souza e Lucão (que chegará na reta final do torneio depois de acompanhar o nascimento da filha no Brasil), os ponteiros Lucarelli, Douglas Souza e Maurício Borges, e o oposto Wallace. Junta-se a eles o ponteiro Leal, cubano que se naturalizou brasileiro neste ciclo e já está completamente integrado à Seleção, entre outros nomes.


Confira os jogos do Brasil na VNL:

Feminino

25/05 - 16h - Brasil x Canadá

26/05 - 13h - Brasil x República Dominicana

27/05 - 14h30 - Brasil x Estados Unidos

31/05 - 10h - Brasil x Japão

01/06 - 16h - Brasil x Rússia

02/06 - 16h - Brasil x Itália

06/06 - 10h - Brasil x Sérvia

07/06 - 16h - Brasil x Bélgica

08/06 - 11h - Brasil x China

12/06 - 16h - Brasil x Polônia

13/06 - 16h - Brasil x Alemanha

14/06 - 14h30 - Brasil x Tailândia

18/06 - 10h - Brasil x Coreia do Sul

19/06 - 14h30 - Brasil x Países Baixos

20/06 - 16h - Brasil x Turquia

Masculino

28/05 - 16h - Brasil x Argentina

29/05 - 16h - Brasil x Estados Unidos

30/05 - 13h - Brasil x Canadá

03/06 - 10h - Brasil x França

04/06 - 08h - Brasil x Japão

05/06 - 10h - Brasil x Sérvia

09/06 - 16h - Brasil x Países Baixos

10/06 - 13h - Brasil x Bulgária

11/06 - 16h - Brasil x Polônia

15/06 - 14h30 - Brasil x Eslovênia

16/06 - 16h - Brasil x Irã

17/06 - 10h - Brasil x Austrália

21/06 - 16h - Brasil x Itália

22/06 - 14h30- Brasil x Alemanha

23/06 - 16h - Brasil x Rússia

Semifinais e finais femininas: 24 e 25/06

Semifinais e finais masculinas: 26 e 27/06

Foto de capa: Reprodução/FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário