Dezenove judocas brasileiros disputam Grand Slam de Kazan a partir desta quarta-feira - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Dezenove judocas brasileiros disputam Grand Slam de Kazan a partir desta quarta-feira

Compartilhe


A seleção brasileira de judô disputará a partir desta quarta-feira (05) o Grand Slam de Kazan, na Rússia, a penúltima competição do circuito mundial classificatória para Tóquio-2020. Após um período de dez dias de preparação em Pindamonhangaba, 19 brasileiros lutarão no torneio, que distribuirá até mil pontos na corrida olímpica. 


No primeiro dia de competição, o Brasil terá sete atletas no tatame da Tatneft Arena: Eric Takabatake (60kg), Daniel Cargnin (66kg), Willian Lima (66kg), Gabriela Chibana (48kg), Nathália Brígida (48kg), Jéssica Pereira (57kg) e Ketelyn Nascimento (57kg). A peso leve Larissa Pimenta (52kg) estava inicialmente inscrita, mas não competirá.


Takabatake, Cargnin e Chibana são os melhores ranqueados em suas respectivas categorias e já estão na zona de classificação para Tóquio. Já Ketelyn, Jéssica e Nathália tentam buscar os pontos necessários para subir no ranking e entrar na zona de classificação. Você pode conferir a situação de cada brasileiro na corrida olímpica clicando aqui.


“Uma competição na Europa é um nível (técnico) muito maior. Mas, a minha expectativa é muito boa, principalmente por essa preparação que eu fiz em Pinda (Pindamonhangaba), bem voltada para competição. O meu objetivo é, realmente, chegar nos blocos finais e medalhar para aumentar meus pontos no ranking e conseguir minha vaga”, projeta Nathália Brígida, que voltou a competir em alto nível no Pan-Americano de Guadalajara, no último mês, e conquistou um bronze.  


Na quinta-feira, dia 06, será a vez dos judocas Eduardo Katsuhiro Barbosa (73kg), Eduardo Yudy Santos (81kg), Alexia Castilhos (63kg), Ketleyn Quadros (63kg) e Maria Portela (70kg), todos já dentro da zona de ranqueamento olímpico. Na disputa do 63kg, Quadros tem vantagem de aproximadamente mil pontos sobre Castilhos.  


Por fim, na sexta-feira, Kazan terá as disputas mais acirradas pelas vagas olímpicas da seleção brasileira. O único “confortável” neste dia será Rafael Macedo (90kg), que já está na zona de ranqueamento olímpico e não tem concorrência nacional pela vaga. Nos pesos até 100kg, +100kg e +78kg a briga segue justa entre Maria Suelen Altheman (+78kg), Beatriz Souza (+78kg), Rafael Buzacarini (100kg), Leonardo Gonçalves (100kg), Rafael Silva (+100kg) e David Moura (+100kg), todos na zona de classificação direta.


Foto de capa: Lara Monsores/CBJ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário