WSL: Gabriel Medina e Tati Weston-Webb colocam o Brasil nas duas finais - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

WSL: Gabriel Medina e Tati Weston-Webb colocam o Brasil nas duas finais

Compartilhe


 As semifinais da etapa de Narrabeen nesta segunda (19) foram históricas para o Brasil. Pela primeira vez, o país tem finalistas tanto na categoria masculina quanto na feminina. Tatiana Weston-Webb se classificou pela primeira vez para a final representando a bandeira brasileira ao vencer a havaiana Clarissa Moore, enquanto Gabriel Medina chegou à terceira decisão na temporada eliminando o português Frederico Morais.

Na decisão, Tati enfrenta Carolina Marks, enquanto Medina tem Connor Coffin pela frente. As baterias finais acontecem ainda nesta segunda-feira, em instantes.


Entre os homens, a semifinal lusófona começou com cada um dos atletas surfando ondas regulares e com pontuações semelhantes. A meados da série, o português tinha 5, 40 e 4,27 enquanto o brasileiro fez 5,17 e 4,47. Medina, então, repetiu a estratégia das quartas de final e começou a empilhar uma sequência de ondas.


As manobras eram as mesmas e a variação da nota se dava pela onda: o bicampeão entrava, rasgava até duas vezes e fazia um aéreo. Se a onda era pequena e não muito desafiadora, a nota era mais baixa. Se fosse grande e apresentasse parte crítica, a nota seria maior. Foi assim que o brasileiro trocou suas notas anteriores por 6,00 e 5,70.

Ainda assim, ele achou mais uma onda e fez 6,50, ficando em boa vantagem na bateria. Nos minutos finais, em disputa por uma onda, Medina e Frederico remaram lado a lado e nenhum deles pegou, evitando assim a remontada do português e garantindo ao brasileiro a quarta final de etapa consecutiva (considerando a decisão do Pipe Masters de 2019).


Tatiana na final

Tatiana Weston-Webb está na final da etapa de Narrabeen e eliminou ninguém menos que a líder do ranking, a havaiana Carissa Moore. O resultado é histórico, já que como brasileira ela nunca havia chegando tão perto de vencer uma etapa.


A vitória veio após a brasileira não tomar conhecimento da adversária com duas ótimas manobras, entre elas um tubo de um metro de altura para 7,67 somada a uma onda de 6,23, na qual fez fortes rasgadas e uma ótima finalização, encerrando a série com 13,90 a 10,80. Com a ida para final, Tati assume o terceiro lugar do ranking da WSL e a vice-liderança em caso de título.



A final será contra a norte-americana Carolina Marks, que derrotou a compatriota Courtney Conlogue por 13,60 a 13,57. As duas se enfrentaram apenas uma vez, na etapa de Portugal em 2019, com vitória de Marks.


A decisão da etapa de Narrabeen é transmitida pela WSL em seu Facebook e site, além de estar disponível no Watch Espn e ESPN 2, ainda nesta segunda.


Surte +: Confira como foi o título de Gabriel Medina


Foto: Matty Dunbar/WSL



Nenhum comentário:

Postar um comentário