Taiana/Talita batem as campeãs mundiais e são campeãs em Cancún - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Taiana/Talita batem as campeãs mundiais e são campeãs em Cancún

Compartilhe

Reeditando 2013, quando foram campeãs do Circuito Mundial de vôlei de praia, Taiana Lima e Talita levaram o título do primeiro torneio Cancun Hub, no México, nesta terça-feira (20). A vitória na final foi diante de Sarah Pavan e Melissa Humana-Paredes, do Canadá, atuais líderes do ranking mundial e campeãs mundiais em 2019. O triunfo foi de virada, por 2 sets a 1 (22/20, 17/21 e 16/14).


O bronze da etapa feminina também foi do Brasil, com Ágatha e Duda batendo as alemães Laboureur e Tillmann por 2 sets a 0, com direito a um set de 37 a 35, antes de fechar em 21 a 16.


As brasileiras iniciaram bem a final, relembrando os tempos implacáveis em que a dupla vencia etapas pelo mundo. Apesar de ter aberto 9/5 na primeira parcial, as brasileiras levaram a virada nos momentos decisivos. Mas no segundo set Taiana e Talita foi quem abriu vantagem no momento crucial após três pontos de bloqueio de Talita, empatando o jogo.


O tie-break foi um show de Taiana, com excelentes defesas e bolas largadas em contra-ataques, deixando irritadíssima a bloqueadora Sarah Pavan. Na reta final prevaleceu a tranquilidade das brasileiras, que fecharam o jogo, tornando-se campeãs da primeira etapa do Circuito Mundial em solo mexicano.


A campanha do título de Taiana e Talita

No grupo H, Taiana Lima e Talita iniciaram a competição com duas vitórias. A primeira diante das japonesas Ishii/Murakami e a segunda para cima de Soria/Carro, da Espanha, ambas por 2 sets a 0. Com isso, as brasileiras foram direto para as oitavas de final do torneio.


O duelo das oitavas foi equilibrado, em vitória por 2 a 1 (21/14, 15/21 e 15/12) contra Arvaniti/Karagkouni, da Grécia. Nas quartas e na semi, Taiana e Talita venceram seus duelos caseiros diante de Ana Patrícia/Rebecca e Ágatha/Duda, para chegar na final da competição.


Noruegueses Mol e Sorum vencem no masculino

O ouro no naipe masculino ficou com Mol e Sorum, da Noruega. A dupla número 1 do mundo derrotou Cherif e Ahmed, do Catar, por 2 a 0 (21/19 e 22/20), que chegaram a primeira final da história de um país asiático em uma etapa acima de 4-estrelas do circuito. O bronze ficou com Perusic e Schweiner, que venceram Ermacora e Pristauz por 2 a 0 (21/18 e 21/12).


Noruegueses são francos favoritos ao ouro em Tóquio-2020 - Foto: Divulgação/FIVB


O melhor resultado brasileiro ficou por conta de Guto e Arthur, que pararam nas quartas de final para os noruegueses, que viriam a ser campeões. 


A próxima etapa do Circuito Mundial, realizada dentro de uma bolha no luxuoso hotel Grand Oásis, está marcada para iniciar na próxima quinta-feira (22).


Foto em destaque: Divulgação/FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário