Cherif/Ahmed chegam a primeira final 4-estrelas de uma dupla asiática no Circuito Mundial - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Cherif/Ahmed chegam a primeira final 4-estrelas de uma dupla asiática no Circuito Mundial

Compartilhe
Cherif and Ahmed in action through the Cancun Hub

A primeira das três etapas do Circuito Mundial disputada em Cancún (MEX) já é especial para a dupla  Cherif Younousse e Ahmed Tijan. É que os dois levarão a bandeira do Catar pela primeira vez a uma final de etapa acima de 4-estrelas no vôlei de praia. Nesta segunda (19), Cherif/Ahmed bataram Ermacora/Pristauz, da Áustria, por 2 sets 0 (21/17 e 21/18) e avançaram à final do torneio, que contou com as principais duplas do mundo. 


Antes dessa competição, as melhores colocações de uma dupla da Ásia no Circuito Mundial também foi de Cherif e Ahmed, quando chegaram ao pódio de dois torneios 4-estrelas, em 2018 e 2019, além do bronze na etapa 5-estrelas do Major de Viena, em 2018. 


O que nem todo mundo sabe é que a dupla vem do continente africano. Cherif é senegalês, assim como Ahmed é oriundo de Gâmbia, país vizinho ao Senegal. 


Surte + Reeditando parceria de sucesso, Talita/Taiana vencem duelo caseiro e estão na final em Cancun


Cherif é "cria" do Jefferson Santos em parceria que durou quase 5 anos - Foto: Divulgação/FIVB


História com influência de brasileiro

Uma outra curiosidade, é que um brasileiro tem papel crucial para o feito do vôlei de praia do Catar conquistado hoje. É que Cherif representa a bandeira do Catar desde 2012, quando um carioca levou o projeto de evoluir o vôlei de praia no pequeno país da Península Arábica. 


Jefferson Santos foi para o Catar com a intenção de fazer parceria com outro brasileiro, seu amigo Tiago. No entanto, por problemas de saúde, Tiago retornou ao Brasil, forçando ao Jefferson achar outro parceiro. Foi aí que Cherif entrou na vida do brasileiro e começou a entrar na história para o Catar. 


Jefferson Santos quando representava o Catar no vôlei de praia
Jefferson Santos quando representava o Catar - Foto: AFP

Jefferson e Cherif conquistaram a primeira vaga olímpica da história do Catar no vôlei e, apesar do Jefferson não representar mais o Catar desde 2017, o legado foi seguido com a chegada de Ahmed, que também já atuou com brasileiro. No ano seguinte a nova parceria entre Cherif e Ahmed, eles já começaram a ter resultados pelo circuito de olho em Tóquio-2020.


A dupla, de 25 anos, é a atual 14ª no ranking olímpico, estando bem próxima de garantir a vaga nas Olimpíadas. Durante a competição eles derrotaram os russos Stoyanovskiy/Krasilnikov, atuais campeõs mundiais, nas oitavas, mostrando que têm chances de continuar quebrando tabus e conquistar uma medalha olímpica para o Catar.


No duelo pelo ouro, os atletas naturalizados cataris enfrentarão a dupla atual número 1 do ranking e bronze no Mundial de 2019 Mol/Sorum (NOR), em jogo marcado para esta terça-feira (20), às 16:30h (horário de Brasília). Como eles já garantiram ao menos a prata, já dá pra dizer que é a maior colocação da história de uma equipe asiática no circuito.


Foto em destaque: Divulgação/FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário