Queridinho do tiro com arco, jovem virginense chega ao primeiro pódio internacional e ainda sonha com vaga olímpica - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Queridinho do tiro com arco, jovem virginense chega ao primeiro pódio internacional e ainda sonha com vaga olímpica

Compartilhe
Nicholas D'Amour em disputa no Grand Prix de Antalya no tiro com arco

Não dá para negar que Nicholas D'Amour é uma das sensações do momento no tiro com arco mundial. O jovem de apenas 19 anos é nascido nas Ilhas Virgens Americanas e por muito pouco (5ª colocação) não conquistou a primeira vaga para sua nação nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 no Pré-Olímpico realizado em março. Agora, no Grand Prix de Antalya, D'Amour chegou ao seu primeiro pódio internacional da carreira ao terminar com a prata na competição em solo turco.


Na final do torneio o virginense perdeu por 6-0 (23/19, 29/28 e 25/23) para o russo Galsan Bazarzhapov, número 25 do mundo. Nicholas se encontra bem longe dos primeiros colocados no ranking mundial, estando em 138º no último ranking divulgado em 1º de abril.


"Não só todo o meu trabalho árduo e meu treinamento estão valendo a pena, mas também é como se redimir de meus resultados anteriores que eu sabia que poderiam ter sido melhores", disse Nicholas ao site da Federação Internacional.

 

"Tenho obtido pontuações altas incríveis nos treinos durante a maior parte da minha carreira, mas nunca fui capaz de colocá-los juntos em uma competição", desabafou o jovem arqueiro após chegar a final de seu primeiro grande torneio.


Surte + Ane Marcelle dos Santos garante o Brasil no tiro com arco feminino em Tóquio 2020

 

D'Amour representando as Ilhas Virgens Americanas no tiro com arco
D'Amour segue em busca da primeira vaga olímpica das Ilhas Virgens na história do tiro com arco (Divulgação/World Archery)


No GP de Antalya o jovem virginense não iniciou tão bem na classificatória ao fechar em 50º lugar, com 653 pontos, dentre 108 atletas. Mas ele foi evoluindo no mata-mata com triunfos em cima de Anton Prilepov, de Belarus, no round 1 e Dan Olaru, da Moldávia, no round 2. O moldavo é 21º no ranking mundial, o primeiro grande feito para o virginense na competição.


Na sequência do campeonato também aconteceram vitórias diante de atletas da Bélgica e Alemanha, antes dele bater o russo Artem Makhnenko, número 13 do mundo, nas quartas de final da competição. A semifinal foi contra o italiano Musolesi (53º do ranking mundial), que o classificou para o duelo pelo ouro diante de Bazarzhapov. O feito de D'Amour ganha mais destaque quando nomes como Mete Gazoz (TUR), 5º do mundo, e Mauro Nespoli (ITA), 6º colocado, estavam na competição e ficaram fora do pódio.


Mete Gazoz em competição na Croácia no início de 2021
Mete Gazoz, número 5 do mundo, caiu no 3º round em Antalya


O pódio de Nicholas na Turquia deve subir e muito as suas posições no ranking mundial, o que o credencia para buscar uma das duas vagas olímpicas em jogo no Pré-Olímpico Final em Paris, na França, no mês de junho. 


Até lá, D'Amour está programado para participar da primeira etapa da Copa do Mundo de Tiro com Arco, na Cidade da Guatemala, de 19 a 25 de abril. Para maio, o arqueiro também tem previsão de disputar a etapa 2, na Suíça, e o Qualificatório para os Jogos Pan-Americanos Juvenil, na Colômbia, antes de participar de um treinamento de campo na própria Colômbia a convite da Organização Desportiva Pan-Americana (ODEPA). 


Foto em destaque: Divulgação/World Archery

Nenhum comentário:

Postar um comentário