Homem é preso acusado de conspiração com jornalistas para excluir o Quênia dos Jogos Olímpicos - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Homem é preso acusado de conspiração com jornalistas para excluir o Quênia dos Jogos Olímpicos

Compartilhe


Um homem foi preso na última segunda-feira (26) pela polícia queniana acusado de fazer parte de uma quadrilha internacional que conspirava para excluir o Quênia dos Jogos Olímpicos.


De acordo com o jornal queniano The Star, Elias Kiptum fazia parte de uma conspiração em conluio com jornalistas internacionais que criavam noticias falsas de doping sobre a Federação de Atletismo do país.


Em 2020 nove atletas do país foram suspensos por doping, o que forçou o país a aprovar leis contra o doping rapidamente. Sem elas, o Quênia estaria excluído de eventos de atletismo ou mesmo dos Jogos Olímpicos deste ano, no Japão.


Ajude o Surto a enviar o seu credenciado para os Jogos Olímpicos


Segundo o inspetor George Kinoti, Kiptum e os seus comparsas tinham preparado documentação falsa alegando que o doping estava sendo encorajado por diversas agências estatais no Quênia. O policial disse que os documentos com assinaturas falsas de dirigentes do atletismo e da agência antidoping do país eram compartilhados com os jornalistas europeus envolvidos.


Kiptum negou todas as acusações e não explicou motivos para que alguém queria tirar o país dos Jogos Olímpicos.


Foto: REUTERS/Kai Pfaffenbach

Nenhum comentário:

Postar um comentário