Fernando Romboli chega na final das duplas do Challenger de Salinas - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Fernando Romboli chega na final das duplas do Challenger de Salinas

Compartilhe


O duplista Fernando Romboli, número 6 do Brasil, e seu parceiro mexicano Miguel Angel Reyes-Varela estão na final do Challenger de Salinas, no Equador. A parceria superou uma rodada dupla nesta quinta-feira (22) para se garantir na decisão, batendo os bolivianos Boris Arias/Federico Zeballos e os peruano Sergio Galdos e o colombiano Nicolas Barrientos.


Primeiro, o brasileiro e o mexicano encararam Arias e Zeballos e tiveram uma parada dura pela frente. Após uma hora e meia, eles superaram os adversários no match tiebreak, com parciais de 6/4, 5/7 e 10-5. Poucas horas mais tarde, bateram Galdós/Barrientos com mais tranquilidade, em sets diretos com parciais de 6/2 e 6/4, em 1h05m. 


Buscando seu 14º título de Challenger da carreira, Romboli e seu parceiro voltarão às quadras nesta sexta, para enfrentar o equatoriano Diego Hidalgo e o tunisiano Skander Mansouri. O brasileiro busca seu primeiro troféu na temporada e o primeiro ao lado de Reyes-Varela. O melhor resultado jogando juntos foi o vice do Challenger de Campinas em 2019.


Duplistas também avançam no Challenger de Tallahassee

Além de Romboli, outros três tenistas brasileiros se deram bem em Challengers nesta quinta. Em Tallahassee, nos Estados Unidos, Orlando Luz/Rafael Matos e João Menezes e o argentino Facundo Mena se garantiram nas semifinais do torneio de duplas. Eles, inclusive, se enfrentarão em busca de uma vaga na finalíssima.


Cabeças de chave número 1, Orlando e Rafael deveriam enfrentar outra parceria verde-amarela, Pedro Sakamoto/Thiago Wild, mas nem precisaram jogar porque os adversários se retiraram da competição e eles venceram por W.O. não aconteceu. Já Menezes e Mena passaram por Matthew Ebden/Dennis Novikov em um jogaço, que só foi decidido no match tiebreak (6/4, 6/7[3] e 10-7).


João Menezes (201º) também competiu em simples, mas acabou eliminado nas oitavas de final. Depois de passar pelo dominicano Roberto Cid Subervi na estreia, o único tenista brasileiro já classificado aos Jogos Olímpicos de Tóquio caiu diante do romeno Filip Cristian Jianu (375º) com um duplo 6/4.


Surte +: Marcondes e Gutierrez avançam em simples e nas duplas do M15 de Monastir


Foto de capa:Reprodução/Instagram_@fernando_romboli

Nenhum comentário:

Postar um comentário