Pelo sonho de ser mãe, Fernanda Garay anuncia pausa na carreira após os Jogos Olímpicos de Tóquio - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Pelo sonho de ser mãe, Fernanda Garay anuncia pausa na carreira após os Jogos Olímpicos de Tóquio

Compartilhe

Campeã olímpica em Londres 2012, a ponteira Fernanda Garay anunciou na manhã desta segunda-feira (12) que fará uma pausa na carreira para focar em sua família e no sonho de ser mãe. Em entrevista coletiva, a jogadora anunciou a decisão e confirmou que não renovará com seu clube, o Dentil/Praia Clube, para a próxima temporada.

"A cada temporada eu me sinto mais madura para conhecer e ouvir o meu corpo", disse a jogadora. "Às vésperas de fazer 35 anos, estou com a sensação de que esse é o momento, que não vale mais a pena esperar mais por isso".

Por outro lado, a ponteira aceitou a convocação do técnico José Roberto Guimarães e mostrou o desejo de defender o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, que ocorrerão entre julho e agosto deste ano. Ao falar sobre o assunto, Garay se emocionou e disse estar muito feliz em defender a Seleção.

"Vou dar o meu máximo para brigar por Tóquio e fazer o melhor possível para representar a Seleção Brasileira. Tem muito significado depois do ano tão difícil que eu tive", afirmou, em meio às lágrimas.

Depois de quatro anos no exterior, Garay chegou ao Praia Clube em 2017. Logo em seu primeiro ano na equipe de Uberlândia, a jogadora foi um dos destaques do time na campanha do título da Superliga 2017/18, o primeiro da competição conquistado pelo projeto e, também, pela própria jogadora. Desde então, ela se manteve no time e venceu três vezes a Supercopa do Brasil, além dos títulos do Campeonato Mineiro de 2019 e do Troféu Super Vôlei de 2020.

Na última temporada, Fernanda Garay foi eleita a melhor ponteira da Superliga Feminina. Porém, suas boas atuações não foram suficientes para levar o Praia ao título. Na decisão, a equipe aurinegra perdeu para o Itambé/Minas por 2 jogos a 1 e ficou com o vice-campeonato.

"Foram quatro anos longe. Em 2017, quando eu voltei, não imaginava que seria tão bem recebida e não imaginava o quanto eu teria de identidade com o clube, o amor, o carinho. Eu me sinto parte dessa família. Eu me despeço não da forma que eu gostaria, com o título, mas dei o meu melhor", disse Garay, em tom de despedida.

Já pela Seleção Brasileira, a ponteira jogou pela primeira vez em 2010, quando foi convocada para substituir Mari na disputa do Campeonato Mundial. Dois anos depois, foi peça fundamental na conquista do ouro olímpico em Londres 2012, assumindo a titularidade no lugar de Paula Pequeno no decorrer da competição. Depois da Rio 2016, a jogadora participou pouco do ciclo olímpico, mas foi convocada por José Roberto Guimarães para a preparação visando os Jogos de Tóquio.

Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário