Brigando por vaga no Pré-Olímpico 3x3 de Basquete, Jefferson Socas vê Brasil pronto para Tóquio 2020 - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Brigando por vaga no Pré-Olímpico 3x3 de Basquete, Jefferson Socas vê Brasil pronto para Tóquio 2020

Compartilhe

Experiente no mundo do 3x3 e com carreira também no basquete 5x5, Jefferson Socas é um dos oito atletas que buscam um lugar entre os quatro que viajarão para defender a Seleção Brasileira no Pré-Olímpico de Graz, na Áustria, entre os dias 26 e 30 de maio, buscando uma vaga em Tóquio 2020. E o jogador do Flamengo Blumenau no Brasileirão 5x5 e do Blumenau APAB no 3x3 garante que, qualquer que seja a escolha do técnico Douglas Lorite, o Brasil estará muito bem representado.

- Acredito que o nível dos jogadores que estão treinando, tanto físico, quanto técnico, podemos enfrentar de igual para igual qualquer seleção da Europa ou de qualquer lugar. A principal diferença é a quantidade de nível e competição, entrosamento, pois jogam a mais tempo junto. Na hora do jogo, são 3 contra 3 e quem quiser mais vai sair com a vitória - explica o jogador.

Os treinos acontecem até o dia 18 de abril, no Rio de Janeiro, na EsEFEx, a Escola de Educação Física do Exército, na Urca. A lista conta com Jefferson Socas, William Weihermann, Leandro de Souza Lima, André Tadeu de Oliveira Ferros, Jonatas Julio de Mello, Luiz Felipe de Paulo Silva, André Stefanelli e Fabrício Veríssimo.

- A briga por um lugar entre os 4 está bem boa. Todos focados. Qualquer jogador que ficar, o quarteto que o Douglas escolher, vai representar muito bem o Brasil. E acho que isso é um problema maior para o Douglas. Decidir qual quarteto teve um conjunto melhor. Será um critério mais de conjunto mesmo. Quem ficar vai representar bem o Brasil - conta Socas.

Ao fim da primeira fase de treinos, no dia 18 de abril, o técnico Douglas Lorite fará dois cortes e definirá o time que jogará a competição. A segunda fase de treinamentos, de 10 a 22 de maio, terá então seis atletas em treinamento. Quatro vão viajar para o Pré-Olímpico na Áustria, entre 26 e 30 de maio, e os outros dois ficam como reservas imediatos na lista enviada para a Federação Internacional de Basquete (FIBA) e podem ser acionados.

O Brasil joga a primeira fase no mesmo grupo que Mongólia, Polônia, Turquia e República Tcheca. Outros três grupos contam com cinco países cada. Os dois melhores de cada chave avançam para o mata-mata e os três times que forem ao pódio terão sua vaga em Tóquio 2020. A tabela detalhada dos jogos ainda será divulgada pela FIBA.

Foto: Diego Maranhão/Brand/CBB

Nenhum comentário:

Postar um comentário