Após seletiva, Grã-Bretanha anuncia quem serão os representes do país na maratona e na marcha atlética em Tóquio - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Após seletiva, Grã-Bretanha anuncia quem serão os representes do país na maratona e na marcha atlética em Tóquio

Compartilhe


Na seletiva para definir os representantes britânicos nas provas de rua de Tóquio-2020, não houve surpresas na qualificação dos maratonistas Chris Thompson, Ben Connor e Steph Davis. Eles ganharam automaticamente a vaga olímpica por terminarem a seletiva em Kew Gardens entre os dois primeiros e com tempos abaixo do índice exigido.

Mas a decisão de escolher Jess Piasecki e Steph Twell à frente de Charlotte Purdue para as duas últimas vagas restantes, deve ter sido uma decisão difícil. Nenhuma das três correu na seletiva e seus melhores tempos são 2:25:28 para Piasecki, 2:25:38 para Purdue e 2:26:40 para Twell.

Piasecki marcou seu tempo em Florença em novembro de 2019. O melhor de Purdue foi em Londres em abril de 2019. A marca de Twell foi em Frankfurt em outubro de 2019. Elas são respectivamente terceiro, quarto e sexto lugar no ranking de melhores marcas do Reino Unido.

Piasecki não corre desde de 2019. Purdue correu uma vez em 2020 e não competiu este ano depois de uma desistência da seletiva na última hora. Twell no entanto correu três vezes no ano passado e uma vez este ano, embora em uma dessas participações ela não terminou a prova na Maratona de Londres em outubro do ano passado.

Para Twell será o terceiro Jogos Olímpicos, tendo sua estreia no 1.500m em 2008 com 19 anos.

Entretanto, Purdue está entrando com um recurso formal contra a decisão e de acordo com a Telegraph Sport, teve uma isenção médica para se ausentar da seletiva e ela acredita que estará apta para as Olimpiadas.

Na maratona masculina, Callum Hawkins foi pré-selecionado em dezembro de 2019 e ajudou a acelerar as provas na sexta feira (26). Mas isso significa que Jonny Mellor está fora, devido a Thompson e Connor ganharem as duas últimas vagas automáticas.

Mellor correu mais rápido do que tempo da vitória de Thompson na seletiva em duas ocasiões em 2020, mas ele ficou fora da seletiva devido a uma lesão no tornozelo.

Na Marcha Atlética, o vencedor da seletiva foi Callum Wilkinson que espera se juntar a Tom Bosworth (previamente selecionado), se conseguir bater o índice exigido 1:21:00. Bosworth não estava em grande forma na seletiva devido a uma lesão, mas espera melhorar seu sexto lugar obtido na Rio-2016.

Sara Symington, diretora de desempenho de atletismo do Reino Unido, disse: “Estamos muito satisfeitos em anunciar os primeiros sete membros da equipe de atletismo para os Jogos Olímpicos de Tóquio, Quero parabenizar todos atletas pela classificação. É um marco significativo em suas carreiras e um momento de orgulho para eles, seus treinadora, equipe de apoio, familiares e amigos”.

“O foco agora é garantir que eles estejam preparados para essa linha de largada em Sapporo, então estaremos apoiando os atletas para atingires seus objetivos nos Jogos”

Foto: Mark Shearman/ Athetics Weekly

Nenhum comentário:

Postar um comentário