Sul-Americano: Brasil fecha segundo dia de saltos ornamentais com três ouros e duas pratas - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Sul-Americano: Brasil fecha segundo dia de saltos ornamentais com três ouros e duas pratas

Compartilhe


O Brasil conquistou cinco medalhas nesta quinta-feira (25), no segundo dia de disputas dos saltos ornamentais no Campeonato Sul-Americano de Esportes Aquáticos, realizado em Buenos Aires (ARG). Com atuações de gala, foram obtidos três ouros e duas pratas em quatro provas disputadas, com direito a uma dobradinha de ouro e prata.


Com os resultados, o Brasil chegou a 53 pódios na competição, juntando todas as modalidades, sendo 16 ouros, 19 pratas e 18 bronzes. O país aparece na segunda colocação no quadro geral de medalhas, atrás somente da Colômbia, que já tem 18 ouros. Na classificação dos saltos ornamentais, definida por pontos, o Brasil aparece na liderança isolada, com 170 pontos, 63 a mais que a Colômbia.


Entre as competições desta quinta, destaque para a dobradinha na plataforma de 10m feminina. Giovanna Pedroso foi ouro, com 307.20 pontos, enquanto Ingrid de Oliveira ficou com a prata, marcando 260.20. As duas estarão presentes na Copa do Mundo de Tóquio, no próximo mês, que servirá como seletiva para os Jogos Olímpicos.


Outra dupla que buscará um lugar na Olimpíada é Kawan Figueredo e Isaac Souza. Eles triunfaram na plataforma de 10m masculino sincronizado, numa prova em que tiveram uma única parceria adversária: os venezuelanos Jesus Eduardo Reyes/Oscar Eduardo Briceno. Os brasileiros marcaram 363.69 para ficar com o ouro, contra 362.64 dos rivais.


A outra medalha dourada do dia foi conquistada por Luis Felipe Moura, no trampolim de 3m masculino. Ele venceu a disputa com 400.75 pontos, deixando os chilenos Donato Escudero e Diego Saavedra com a prata e o bronze, respectivamente. Outro brasileiro na disputa, Ian Matos foi o quarto colocado, com 366.85 pontos. Ian estará na Copa do Mundo de Tóquio, enquanto Luis, não.


Luis Felipe ainda subiu no pódio outra vez nesta quarta. Ao lado de Tammy Galera, ficou com a prata no trampolim de 3m misto sincronizado, obtendo uma pontuação de 271.68. O ouro ficou com os colombianos Sebastian Castaneda/Diana Isabel Zuleta, a 299.70. O pódio foi completo pelos chilenos Alison Jarolimek/Donato Escudero, com 262.68.


Surte +: Veja a convocação da seleção brasileira de saltos ornamentais para a Copa do Mundo de Tóquio, que servirá como Pré-Olímpico


Foto de capa: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Nenhum comentário:

Postar um comentário