Schwartzman atropela Cerundolo e fica com o título em Buenos Aires - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Schwartzman atropela Cerundolo e fica com o título em Buenos Aires

Compartilhe

Na final 100% argentina do ATP 250 de Buenos Aires, Diego Schwartzman atropelou o qualifer Francisco Cerundolo para ficar com o título. Com placar de 2 sets a 0, em parciais de 6-1 e 6-2, Schwartzman venceu para erguer seu quarto troféu entre os principais níveis do circuito ATP.

Atual número 9 do ranking mundial da ATP, Schwartzman não ganhava um título desde agosto de 2019, quando venceu o ATP 250 de Los Cabos, no México. No entanto, seu caminho nos últimos meses foram cheios de resultados relevantes, como a final do ATP 500 de Viena, ainda em 2019 e a final do Masters 1000 de Roma na temporada passada.

A vitória em Buenos Aires da fôlego para Schwartzman na manutenção de seu posicionamento no ranking mundial. Agora ele tem 160 pontos de vantagem para o décimo colocado, Matteo Berrettini.

Cerundolo por sua vez, alcançará o melhor ranking de sua carreira, saindo da 137ª posição, chegando ao 112° lugar, com 686 pontos, passando nomes como Andy Murray, Thiago Wild e Hugo Delien.

Dominado por espanhóis na última década, o ATP 250 de Buenos Aires tem um campeão argentino pela primeira vez desde David Nalbandian em 2008.


A partida

Em um jogo muito tranquilo, Schwartzman exibiu suas habilidades e dominou Francisco Cerundolo na decisão, que não teve a mesma sorte que seu irmão, Juan Manuel, campeão em Córdoba na semana passada.

Schwartzman foi muito mais sólido que o adversário no saque, 'soube sofrer' quando foi pressionado e cedeu apenas três games na partida toda. O primeiro set foi vencido facilmente por 6-1, após três quebras de serviço e aproveitamento de 64% dos pontos nos pontos jogados no primeiro saque.

A segunda parcial foi um pouco mais equilibrada e Cerundolo até tentou uma reação. Após ter o saque quebrado no segundo game, devolveu a quebra no quinto game. Mas na sequência ele teve mais dois serviços perdidos, o que dificultou na retomada no placar.

Com facilidade, Schwartzman novamente levou vantagem, venceu o set por 6-2, ganhando todos os pontos jogados com o segundo serviço (oito). Assim ele fechou a partida de apenas 1h20, de maneira quase que irrepreensível, para voltar a erguer um troféu de campeão.

Foto: Reprodução/Argentina Open

Nenhum comentário:

Postar um comentário