Pan-Americano de canoagem slalom no Rio de Janeiro é cancelado e vagas olímpicas ficam indefinidas - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Pan-Americano de canoagem slalom no Rio de Janeiro é cancelado e vagas olímpicas ficam indefinidas

Compartilhe


A Federação Internacional de Canoagem (ICF) anunciou nesta quinta-feira (25) o cancelamento do Campeonato Pan-Americano de canoagem slalom, que estava programado para acontecer entre 29 de abril e 2 de maio, no Rio de Janeiro. A decisão, tomada em conjunto com a confederação pan-americana (COPAC), ocorreu por conta do acelerado ritmo da pandemia do coronavírus no Brasil.


A competição distribuiria quatro vagas aos Jogos Olímpicos de Tóquio, uma em cada uma das provas da modalidade (C1 e K1, masculino e feminino). Agora, por conta do cancelamento, a ICF precisará rever o seu sistema qualificatório junto ao Comitê Olímpico Internacional (COI) para encontrar a melhor forma de realocar essas cotas.


"A COPAC, os organizadores do evento e a ICF trabalharam o máximo que pudemos para realizar este evento, mas infelizmente a situação da Covid no Brasil torna impossível para nós convidar atletas e dirigentes para o Rio para a competição", disse o secretário-geral da ICF, Simon Toulson.


A situação de incerteza quanto à distribuição das vagas olímpicas é semelhante a que ocorre com a canoagem velocidade, que teve, há cerca de 20 dias, seu Pan-Americano cancelado, com sede em Curitiba-PR. O evento também seria um qualificatório para os Jogos de Tóquio e a realocação está sendo discutida com o COI. 


Cerca de 80% das vagas totais da canoagem slalom já foram preenchidas para Tóquio-2020, restando apenas as definições continentais das Américas, da Ásia e da Europa, além dos convites à Tripartite. O Brasil tem dois atletas garantidos em três provas diferentes: Ana Sátila, no C-1 e K-1 feminino, e Pepê Gonçalves, no K-1 masculino.


Outros três eventos na Europa também sofreram alteração pela ICF por conta do coronavírus. O Mundial Junior e sub-23 de canoagem velocidade, em Portugal, o Mundial de stand up paddling, na Hungria, e a etapa da Copa do Mundo de águas bravas, na França, foram adiados para o segundo semestre.


Foto de capa: Jonne Roriz/COB

Nenhum comentário:

Postar um comentário