Formiga descarta aposentadoria após Olimpíada de Tóquio: "Pretendo jogar por mais dois anos" - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Formiga descarta aposentadoria após Olimpíada de Tóquio: "Pretendo jogar por mais dois anos"

Compartilhe


A jogadora Formiga está caminhando para a sua sétima participação olímpica da carreira em Tóquio. Mas engana-se quem pensa que este será um ponto final em sua carreira. Em entrevista à Agência EFE, a volante de 42 anos disse que ainda pretende jogar por pelo menos mais dois anos antes de se aposentar.


"Não vou pendurar as chuteiras em Tóquio. Será apenas minha despedida da seleção brasileira. Pretendo jogar dois anos mais, se Deus me der saúde. O cara lá de cima vai decidir, porque se eu tiver saúde e disposição, vai ser difícil me parar", disse ela.


Perto do fim do contrato com o Paris Saint-Germain, Formiga crê que não renovará contrato e já admite voltar ao Brasil. "Não acredito que seguirei no PSG. Estou analisando algumas propostas com meu agente, para ver onde jogar. Voltar ao Brasil é uma possibilidade", afirmou a lenda, que já vestiu camisas de Santos, São Paulo, Portuguesa, entre outros no país.


Formiga também elogiou o futebol brasileiro, que está melhorando de nível e chamando seu interesse para volta: "Está melhorando e isso me deixa feliz. Vários clubes investindo, como Corinthians, São Paulo, Santos, Atlético (Mineiro), Cruzeiro. Há grandes que estão investindo, e espero que os clubes restantes sigam o exemplo e tenham departamento feminino", elogiou.


Sobre a Olimpíada, Formiga admite que conversa muito com a técnica Pia Sundhage e que sabe que sua experiência será de suma importância para a competição em Tóquio. "Falei com ela que estou treinando forte para estar bem física e mentalmente, porque tenho cerca importância no grupo, e para ajudar essas jovens meninas, porque para muitas, será a primeira participação", confessou.


Medalhista de prata em Atenas-2004 e Pequim-2008, Formiga ainda disputou os Jogos Olímpicos de 1996, 2000, 2012 e 2016 e será, ao lado de Robert Scheidt, uma dos atletas brasileiros que mais têm participações olímpicas na história.


Foto: Mauro Horita/CBF

Nenhum comentário:

Postar um comentário